Mercado fechará em 1 h 8 min
  • BOVESPA

    108.338,88
    +1.671,23 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.729,76
    -502,44 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,14
    +1,71 (+2,00%)
     
  • OURO

    1.841,30
    +28,90 (+1,59%)
     
  • BTC-USD

    42.118,29
    +557,23 (+1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    999,40
    +4,65 (+0,47%)
     
  • S&P500

    4.591,62
    +14,51 (+0,32%)
     
  • DOW JONES

    35.401,90
    +33,43 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.270,00
    +64,00 (+0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2009
    -0,1062 (-1,68%)
     

Espanha limita preço de testes de autodiagnóstico de covid devido a críticas

·1 min de leitura
Teste antígeno de autodiagnóstico de covid em Madri (AFP/GABRIEL BOUYS)

A Espanha impôs nesta quinta-feira (13) um limite ao custo dos kits de autodiagnóstico de antígenos de covid-19 para 2,94 euros (3,37 dólares), depois que o governo recebeu inúmeras críticas pelo seu preço alto.

A medida, que entrará em vigor no sábado, chega após semanas de pressão pelo elevado preço desses testes feitos em casa, nos quais os clientes costumam pagar entre 7 e 12 euros por unidade.

"O acordo adotado por consenso (...) foi o de limitar o preço da venda ao público máximo do teste de antígenos a 2,94 euros", anunciou a ministra da Saúde, Carolina Darias.

Darias anunciou também que a Espanha começará a administrar a terceira dose da vacina em pessoas de entre 18 e 39 anos, que poderão recebê-la cinco meses depois da segunda, em vez dos seis meses de espera anteriores.

Os críticos afirmam que a limitação dos preços dos testes chegou tarde demais após o aumento da demanda de testes durante o recesso de Natal, quando os casos de covid dispararam pela variante ômicron, o que provocou um desabastecimento e um aumento dos preços.

Se o presidente do governo Pedro Sánchez "tivesse sensibilidade, os testes de antígenos deveriam ser gratuitos. Exigimos que tenham um preço máximo de 2 euros", afirmou Teodoro García, do primeiro partido da oposição, o Partido Popular (conservador).

hmw/mg/al/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos