Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,61
    +0,33 (+0,73%)
     
  • OURO

    1.844,80
    +14,60 (+0,80%)
     
  • BTC-USD

    19.429,99
    +481,09 (+2,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    381,95
    +7,55 (+2,02%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.488,00
    +33,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2355
    -0,0843 (-1,33%)
     

Espanha iniciará programa de vacinação em janeiro, diz primeiro-ministro

·1 minuto de leitura

MADRI (Reuters) - A Espanha vai começar um programa abrangente de vacinação contra o coronavírus em janeiro e espera cobrir uma parte substancial da população em seis meses, disse o primeiro-ministro Pedro Sanchez neste domingo.

Ele disse que a Espanha e a Alemanha foram os primeiros países da União Europeia a ter um plano de vacinação completo.

"A campanha começará em janeiro e terá 13.000 pontos de vacinação", disse Sanchez em entrevista coletiva após encontro com líderes do G20.

“Uma parte muito significativa da população poderá ser vacinada, com todas as garantias, no primeiro semestre do ano."

A Espanha irá implementar uma estratégia única para todo o país, começando com "grupos prioritários", disse Sanchez, acrescentando que apresentará o plano completo ao seu gabinete na terça-feira. Ele também disse que mais profissionais de saúde serão recrutados.

A Espanha tem a segunda maior contagem de infecções confirmadas por coronavírus da Europa Ocidental, depois da França, com cerca de 1,5 milhões de casos e 46.619 mortes por Covid-19.