Mercado fechado

Espanha: Congresso prorroga estado de emergência até maio

·1 minuto de leitura

Ministro da Saúde disse que a medida é necessária para proteger os mais vulneráveis O governo da Espanha conseguiu nesta quinta-feira o apoio do Congresso para prorrogar até maio de 2021 o estado de emergência decretado para enfrentar a segunda onda de casos de covid-19. Após dias intensos de negociações, a prorrogação recebeu 194 votos favoráveis – 155 deles da coalizão governista de esquerda formada por PSOE e Unidas Podemos. coronavírus na Espanha; covid-19 Emilio Morenatti/AP O PP, de direita, preferiu se abster, apesar de chamar a extensão de “atropelo legal”. O Vox, de extrema-direita, foi o único a votar contra os planos e anunciou que entrará com um recurso no Tribunal Constitucional. Encarregado de defender a prorrogação, o ministro da Saúde, Salvador Illa, disse que a medida era necessária para proteger os mais vulneráveis. Com o estado de emergência, o primeiro-ministro Pedro Sánchez decretou um toque de recolher nacional na semana passada, em um novo esforço para tentar diminuir a circulação do vírus. Enquanto o governo tentava conquistar o apoio dos parlamentares, outras regiões do país anunciavam mais medidas para enfrentar o novo surto. A Catalunha, por exemplo, fechou suas divisas por 15 dias. O governo da província também decidiu manter bares e restaurantes fechados por mais duas semanas.