Mercado fechado

Espanha aprova definitivamente a 'taxa Google'

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Logo da Google
(Arquivo) Logo da Google

A Espanha aprovou definitivamente a criação da chamada 'taxa Google' e de um imposto para as transações financeiras, a fim de "modernizar seu sistema tributário", apesar da hostilidade de Washington a essas iniciativas, informou o Ministério da Fazenda nesta quarta-feira (7).

As duas taxas foram aprovadas pelo Senado, que concluiu o trâmite parlamentar. Nas próximas horas, serão publicadas no Boletim Oficial do Estado (BOE) e entrarão em vigor em três meses.

A taxa sobre "determinados serviços digitais", com a qual o governo espera arrecadar 968 milhões de euros (1,14 bilhão de dólares) a cada ano, aponta para as empresas de internet que faturam mais de 750 milhões de euros em nível mundial, e pelo menos três milhões na Espanha.

O imposto envolve as grandes multinacionais americanas da internet, as GAFA (Google, Amazon, Facebook, Apple), cujos lucros escapam a muitas administrações fiscais de todo o mundo.

avl/mb/aa