Mercado abrirá em 4 h 59 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,34
    -0,32 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.779,10
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    32.598,14
    -442,73 (-1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    783,44
    -66,91 (-7,87%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.077,01
    +14,72 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    28.359,10
    -129,90 (-0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.085,75
    -44,25 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9719
    -0,0034 (-0,06%)
     

Espaçonave da Virgin Galactic conclui seu 1º voo com sucesso

·2 minuto de leitura
Espaçonave da Virgin Galactic conclui seu 1º voo com sucesso
Espaçonave da Virgin Galactic conclui seu 1º voo com sucesso

A espaçonave da Virgin Galactic, VSS Unity, completou seu primeiro voo espacial de sucesso em mais de dois anos neste sábado (22). A tripulação da aeronave sobrevoou uma altitude de mais de 13,4 mil metros antes de pousar com segurança.

A empresa já tentou um voo da espaçonave Unity a partir do Espaçoporto América, no Novo México (EUA), em dezembro do ano passado. Levada pela “nave mãe” VMS Eve, a Unity chegou a 15 km de altitude, como planejado, mas não conseguiu ligar o propulsor que iria levá-la pelos 85 km restantes até o espaço. Apesar da falha, os pilotos C.J. Sturckow e Dave Mackay aterrissaram a espaçonave sem incidentes.

VSS Unity, espaçonave suborbital da Virgin Galactic
VSS Unity, espaçonave suborbital da Virgin Galactic

Tanto Sturckow quanto Mackay participaram desta nova tentativa. A decolagem da espaçonave ocorreu novamente no Espaçoporto América por volta das 10h35, com a Unity a bordo. Aproximadamente 10 minutos antes de seu lançamento, a Unity ligou sua própria bateria e conduziu o controle de voo e verificações elétricas.

Uma vez liberada do VMS Eve, os pilotos acenderam o motor da espaçonave e o desligaram alguns minutos depois, fazendo com que o impulso da espaçonave mantivesse a Unity viajando em direção ao ponto mais alto.

Era quase 11h30 quando o foguete da Virgin Galactic fez uma curva lenta e voltou para a atmosfera da Terra, pousando cerca de 13 minutos depois na mesma pista de decolagem. O voo de teste também carregou cargas úteis de pesquisa para o programa de Oportunidades de Voo da NASA.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia mais:

O plano da Virgin Galactic com a espaçonave VSS Unity

Se tudo correr como planejado, a Virgin Galactic espera começar a operar voos turísticos suborbitais no início de 2022. Vale lembrar que a previsão original da empresa era de iniciar voos em 2015, mas o acidente com a VSS Enterprise durante um teste sobre o deserto de Mojave em 2014, que resultou na morte de um dos pilotos, fez com que a empresa redesenhasse o cronograma.

A espaçonave tem uma cabine interna luxuosa, capaz de levar seis passageiros por vez. Usando trajes customizados, eles experimentarão “vários minutos” de gravidade zero no ápice do voo, podendo apreciar a beleza de nosso planeta e a escuridão do espaço a partir de uma das várias janelas na cabine.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos