Mercado abrirá em 5 h 24 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,71
    -0,40 (-0,45%)
     
  • OURO

    1.775,70
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    23.420,01
    -610,32 (-2,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,91
    -15,91 (-2,78%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.505,81
    -9,94 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    19.685,86
    -236,59 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.441,25
    -52,00 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2473
    -0,0119 (-0,23%)
     

Espaçonave chinesa faz foto incrivelmente detalhada de Phobos, lua de Marte

A espaçonave chinesa Tianwen-1, que levou o rover Zhurong a Marte e atualmente orbita o planeta vermelho, aproveitou uma oportunidade no último sábado (23) para fazer uma imagem incrivelmente detalhada de Phobos, uma das duas luas de Marte.

Phobos tem uma forma irregular, "como uma batata", e apenas 11 km de diâmetro. Acredita-se que ela seja um asteroide que foi capturado pela gravidade marciana, ou então uma "pilha de entulho" que se acumulou ao redor do planeta. Ela orbita o planeta em uma trajetória quase circular, a 6.000 km da superfície. Marte também tem uma segunda lua, chamada Deimos, que tem 6,2 km de diâmetro e não aparece na imagem.

Phobos, a maior lua de Marte, vista pela espaçonave chinesa Tianwen-1. Imagem: CNSA
Phobos, a maior lua de Marte, vista pela espaçonave chinesa Tianwen-1. Imagem: CNSA

A imagem feita pela Tianwen é detalhada o bastante para mostrar estrias na superfície de Phobos, que os astrônomos acreditam terem sido criadas por impactos no passado, e crateras como a Öpik, com 2 km de diâmetro, batizada em homenagem ao astrônomo estoniano Ernst Öpik.

Lançada há dois anos, a Tianwen-1 completou em junho a tarefa de fotografar toda a superfície de Marte. Enquanto isso o rover Zhurong foi colocado em hibernação para sobreviver ao inverno Marciano, período em que tempestades de poeira cobrem grande parte do planeta e prejudicam a geração de energia por seus painéis solares. O robô deve voltar à operação em dezembro deste ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos