Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,20 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,62 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,84
    +2,27 (+2,07%)
     
  • OURO

    1.821,40
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    20.332,22
    -544,97 (-2,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,05
    -9,01 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,27 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.680,50
    -360,00 (-2,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5412
    -0,0029 (-0,05%)
     

Esforços da Opep+ "não são encorajadores", diz ministro dos Emirados Árabes Unidos

Imagem de arquivo do logotipo da Opep em sua sede em Viena, Áustria

(Reuters) - Os esforços dos produtores de petróleo da Opep+ para aumentar a produção "não são encorajadores", disse o ministro da Energia dos Emirados Árabes Unidos, Suhail al-Mazrouei, nesta quarta-feira, observando que o grupo está atualmente 2,6 milhões de barris por dia abaixo de sua meta.

"De acordo com o relatório do mês passado, vimos a conformidade (aos cortes de produção) do grupo Opep+ e a conformidade foi superior a 200%", disse Mazrouei em uma conferência de energia na Jordânia.

Conformidade acima de 100% significa que um país está produzindo menos do que deveria, pois a Opep+ procura remover gradualmente suas restrições de produção.

"O risco é quando a China voltar", disse Mazrouei em uma aparente referência à demanda chinesa.

As perspectivas de crescimento da demanda na China, que está relaxando os lockdowns, têm impulsionado os preços do petróleo recentemente.

(Por Suleiman Al-Khalidi and Nadine Awad)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos