Mercado abrirá em 8 h 51 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,47
    +1,29 (+1,95%)
     
  • OURO

    1.779,50
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    57.314,41
    -19,30 (-0,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.475,92
    +33,15 (+2,30%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.836,76
    +361,50 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    28.047,62
    +225,86 (+0,81%)
     
  • NASDAQ

    16.313,25
    +162,75 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3884
    +0,0184 (+0,29%)
     

Erupções em buracos negros dispersam bolhas cósmicas por milhares de anos-luz

·1 min de leitura
Foto: Reprodução da Internet.
Foto: Reprodução da Internet.
  • A bolha de gás que está saindo do buraco negro está alcançando outras galáxias;

  • A região dilacera a matéria antes de rodar em volta do horizonte de eventos, ou ponto de não-retorno;

  • Com a alta velocidade e a temperatura a milhões de graus, chega-se ao disco de acreção e à emissão de radiação em raio-X e rádio.

Um fato fascinante envolvendo um buraco negro está chamando a atenção de uma equipe de cientistas. É a primeira vez que se observa a extensão completa da evolução e da propagação do gás quente que é emitido da região.

Além de mostrar a bolha percorrendo as galáxias, a pesquisa também ajuda na compreensão dos mecanismos que permitem a liberação da energia, ao passo que se alimenta da matéria.

Leia também:

Ao atrair uma nuvem de gás, ou até uma estrela, o buraco negro dilacera a matéria antes de rodar em volta do horizonte de eventos, ou seja, o ponto de não-retorno, onde a força gravitacional é tão intensa que nem a luz consegue escapar.

A partir daí, a velocidade é grande a ponto da temperatura chegar a milhões de graus, tornando-se em um disco de acreção, e emitindo, portanto, radiação em raios-X e rádio. Estas são comumente vistos pelo instrumentos astronômicos.

Algo que pode acontecer também é a ejeção da matéria, sendo transformada em plasma pelos polos do buraco negro em forma de jato. Viajando próximo à velocidade da luz, o fenômeno é conhecido como jato relativístico e pode percorrer centenas de milhares de anos-luz, ultrapassando o tamanho da própria galáxia que contém o buraco negro.

Para descobrir o gás, a equipe de cientistas observou um grupo de galáxias que tem por volta de 200 milhões de anos-luz de distância, denominado Nest200047.

As informações são do Canal Tech.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos