Mercado fechará em 3 h 15 min
  • BOVESPA

    111.531,84
    -2.281,02 (-2,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.517,60
    -212,20 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,43
    +0,93 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.764,00
    -7,20 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    21.620,34
    -1.676,18 (-7,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    513,79
    -27,81 (-5,13%)
     
  • S&P500

    4.239,83
    -43,91 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    33.805,81
    -193,23 (-0,57%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.277,75
    -245,50 (-1,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2051
    -0,0087 (-0,17%)
     

Erupção de vulcão em Tonga é capaz de 'esquentar' a Terra, diz NASA

O ocorrido pode esquentar o planeta, segundo a NASA (Getty Image)
O ocorrido pode esquentar o planeta, segundo a NASA (Getty Image)
  • Cientistas alertam para consequências de erupção vulcânica

  • NASA diz que o ocorrido pode soltar vapor na estratosfera da Terra

  • Uma enorme quantidade de água pode esquentar o planeta

Apesar de ter acontecido em janeiro, a grande erupção do vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, no arquipélago de Tonga continua causando consequências. O ocorrido lançou uma enorme quantidade de vapor de água na estratosfera da Terra.

De acordo com a NASA, o acontecimento é capaz de influenciar temporariamente o clima do planeta. O vapor gerado pela explosão foi detectado pelo Microwave Limb Sounder, da agência espacial norte-americana, responsável por medir a emissão de gases atmosféricos, diz uma reportagem da BBC.

Isso porque a quantidade de água expelida na estratosfera, uma camada localizada entre 12 e 53 quilômetros acima da superfície do planeta. Isso é o suficiente para encher mais de 58 mil piscinas. Por causa da magnitude, os cientistas consideram que o evento foi considerado mais potente que a bomba de Hiroshima.

Uma pesquisa publicada na "Geophysical Research Letters" analisa a quantidade de vapor de água que o vulcão Tonga expeliu para a estratosfera. De acordo com Luis Millán, cientista atmosférico do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa no sul da Califórnia e líder do estudo, "nunca foi visto nada parecido".

A erupção ainda deixou mortos no Peru e foi sentida até no Alasca. Na ocasião, foram lançados cerca de 146 teragramas de vapor d'água na estratosfera. Isso representa 10% do vapor presente nesta camada, podendo aquecer parte do planeta.

"Essa erupção pode afetar o clima (...) por meio do aquecimento da superfície, devido à força radioativa do excesso de água estratosférica", diz um estudo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos