Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.751,40
    -5,30 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    47.539,87
    -696,35 (-1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.326,00
    -183,50 (-1,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Erro no WhatsApp que permitia invasores acessarem mensagens foi corrigido

·1 minuto de leitura
Erro no WhatsApp que permitia invasores acessarem mensagens foi corrigido
Erro no WhatsApp que permitia invasores acessarem mensagens foi corrigido

O WhatsApp corrigiu um erro em seu sistema que permitia que invasores tivessem acesso a mensagens privadas de usuários na plataforma. A prática consistia no envio de uma imagem, criada especialmente para se aproveitar da falha e permitir a leitura dos dados na memória do aplicativo.

Quem apontou o erro no WhatsApp foi a empresa de segurança Check Point Research ainda em setembro de 2020. Na época, uma análise do app descobriu que um GIF malicioso podia dar acesso aos invasores a conteúdo privado. De acordo com o relatório da companhia, já em fevereiro desse ano o WhatsApp corrigiu o problema.

Erro no WhatsApp

Apesar disso, não há relatos de que o golpe tenha tido vítimas, já que, apesar de existir a falha, é necessária uma grande participação da vítima, que precisava receber e enviar o GIF novamente para o invasor para que a sabotagem ocorresse.

Leia também!

Ainda sim, caso desse certo, a vulnerabilidade permitiria que os invasores acessassem imagens, vídeos e até mensagens do app invadido. Após a denúncia da empresa de segurança, o aplicativo fez uma varredura para consertar o problema.

O erro chamado de “Vulnerabilidade de leitura escrita fora dos limites” constava até a versão 2.21.1.13 do WhatsApp e do WhatsApp Business e hoje já está corrigido.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos