Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.413,67
    -234,32 (-0,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.639,35
    -159,03 (-0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,43
    +0,15 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.765,50
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    61.320,69
    +782,11 (+1,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.431,41
    -20,22 (-1,39%)
     
  • S&P500

    4.483,48
    +12,11 (+0,27%)
     
  • DOW JONES

    35.234,10
    -60,66 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.270,25
    +135,75 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4087
    +0,0049 (+0,08%)
     

Erro impede que PCs compatíveis atualizem para o Windows 11; saiba o que fazer

·3 minuto de leitura

Quando o aplicativo Verificação de Integridade do PC foi lançado, ele tinha um problema: o diagnóstico de compatibilidade, além de nada objetivo, às vezes apresentava alarmes falsos quanto à incompatibilidade do PC com o Windows 11 — a confusão foi tanta que o app chegou a ser colocado na gaveta por um tempo. Agora, a avaliação automática incluída no Windows Update também parece estar com um problema parecido.

A verificação de compatibilidade do Windows Update basicamente incorpora ao Windows 10 a funcionalidade do aplicativo individual, poupando o usuário de baixar um programa para fazer um único teste. Além disso, o recurso também serviria para dar a certeza de que o computador está na fila de espera da atualização — que pode chegar até meados de 2022.

O aviso "falso" aparece no Windows Update, um dos canais oficiais para a migração entre sistemas operacionais (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
O aviso "falso" aparece no Windows Update, um dos canais oficiais para a migração entre sistemas operacionais (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

Contudo, alguns usuários têm encontrado uma inconsistência no diagnóstico da ferramenta nativa de update: enquanto o Verificação de Integridade do PC entrega um resultado positivo acerca do suporte, o Windows Update diz o contrário e não dá mais informações. Nem reiniciar nem procurar por atualizações resolve o problema, segundo os relatos.

O pior dessa situação é que, apesar de estar positivo para o programa opcional, é o Windows Update que dita se a máquina está ou não na fila de espera para a atualização. Portanto, se ela diz que o PC não é elegível, nem meses de espera fariam o Windows 11 ficar disponível para download.

Felizmente, uma solução para o problema já está em desenvolvimento. Segundo o site Windows Latest, a Microsoft confirmou que o problema é conhecido, e já está sendo investigado para logo ter uma solução definitiva. A MS pede também que a comunidade colabore dando os próprios relatos sobre o problema no Hub de Comentários (disponível para download na Microsoft Store).

O que fazer por enquanto?

Enquanto a atualização da Microsoft não vem, a única solução para migrar seu computador compatível para o Windows 11 é realizando uma instalação limpa, do zero. O inconveniente aqui é que o processo apaga todos os seus arquivos e as configurações usadas no Windows 10, o que pode ser um transtorno (ou, no mínimo, obrigar você a realizar um backup de seus dados antes de realizar o processo).

Começo tumultuado para o Windows 11

Quando o sistema foi apresentado, os requerimentos chamaram a atenção por certos ineditismos: a exigência de ter um chip TPM 2.0 e a inicialização segura ativados implica que boa parte dos usuários vá até às configurações de BIOS do próprio computador e habilitem as funcionalidades — missão essa que não é simples para quem não é ligado em informática.

Será que vale a pena atualizar o Windows 11 logo de primeira? (Imagem: Reprodução/Microsoft)
Será que vale a pena atualizar o Windows 11 logo de primeira? (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Daí, o app Verificação de Integridade do PC só piorou a situação. Foi por causa dele e o diagnóstico raso que muita gente se viu na obrigação de comprar um computador novo. Ciente do problema, a Microsoft trabalhou numa solução, e até atendeu bem às necessidades anteriores ao lançamento.

Agora, porém, a marca precisa tanto encarar a expectativa de usuários como também a pressa para adotar o novo sistema. No entanto, bugs, erros e essa inconsistência do Windows Update desencorajam a migração para o novo sistema operacional — e talvez a melhor opção para o momento seja realmente esperar até a poeira abaixar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos