Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.305,07
    +453,69 (+1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Eriksen está sorrindo, afirma goleiro da Dinamarca após visitar o meia

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O meia Eriksen, 29, apresenta quadro de saúde bom e estável, segundo informou a federação de futebol da Dinamarca nesta segunda-feira (14). No sábado (12), o jogador sofreu uma parada cardíaca durante a partida de estreia de seu país na Eurocopa, contra a Finlândia.

O atleta, que precisou ser reanimado ainda no campo, segue internado no hospital Rigshospitalet, em Copenhague.

No domingo (13), ele recebeu as visitas do goleiro Kasper Schmeichel e do zagueiro Simon Kjaer, capitão do time. "Foi bom demais vê-lo de novo sorrindo e rindo, sendo ele mesmo. Só de sentir ele ali. Foi uma experiência incrível e algo que me ajudou a ver que ele está bem depois do que passou. Falamos de nada e de tudo. O mais importante é que ele está bem", contou Schmeichel.

O goleiro disse que o companheiro de time passou por uma experiência violenta e fez questão de valorizar o atendimento ainda no gramado.

"Os únicos heróis foram os médicos que o salvaram. Eles dedicam suas vidas a salvar pessoas e fizeram isso sob pressão. Não posso descrever a admiração que sinto por eles. Trazer Eriksen de volta foi um milagre,"

Em declarações reproduzidas pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport no domingo, o meia disse que está bem e que ainda vai buscar entender o que houve com ele.

"Estou melhor agora, mas quero entender o que aconteceu. Quero agradecer a todos pelo que fizeram por mim", comentou o meia em uma troca de mensagens com seu empresário, Martin Schoots, divulgada pelo periódico italiano.

O médico da seleção da Dinamarca, Morten Boesen, disse que o atleta passará por uma bateria de exames para saber o que aconteceu. "Não temos uma explicação."

De acordo com Boesen, Eriksen precisou ser reanimado. "Ele se foi. Fizemos ressuscitação cardíaca, foi uma parada cardíaca. Quão perto estávamos? Não sei. Nós o trouxemos de volta depois de uma desfibrilação."

O jogador caiu no gramado repentinamente aos 42 minutos da partida, enquanto corria perto da linha lateral.

O jogo do Grupo B foi interrompido e reiniciado uma hora e 45 minutos depois. A Finlândia venceu por 1 a 0.

Os ex-jogadores dinamarqueses Peter Schmeichel -pai do goleiro da seleção- e Michael Laudrup criticaram a Uefa pela forma como a entidade lidou com o episódio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos