Mercado fechará em 5 h 52 min

Ericsson não prevê engasgos no 5G em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Ericsson, que é provedora de infraestrutura para as três operadoras, Vivo Claro e Tim, em São Paulo, diz que não há previsão de engasgos na largada do 5G na capital paulista nesta quinta-feira (4).

"Existe sempre uma ou outra questão técnica, aquela sintonia fina depois que implanta o serviço, mas em São Paulo já foram feitos bastante testes", diz Rodrigo Dienstmann, presidente da companhia para o Cone Sul da América Latina.

Ele ressalva que pode haver frustração entre clientes que não estejam na área de cobertura.

"Se está em um bairro mais afastado, tem uma impressão de que poderia usar o 5G e não vai conseguir, ou então, um cliente que está em uma região onde a cobertura não é tão forte e vai fazer um teste de velocidade. Mas vai ter muita gente postando nas redes sociais velocidades incríveis nos seus telefones", diz o executivo.

Dienstmann diz que vai fazer seu próprio teste um minuto após a meia-noite e divulgar nas redes sociais.

A cobertura está concentrada no centro expandido, entre as marginais Tietê e Pinheiros e abrange parte da zona oeste e o início da zona sul. Segundo a Anatel, a área de maior concentração de antenas é também onde há maior concentração de edifícios empresariais e residências de renda mais alta.

Em Brasília, onde a rede está disponível desde o início de julho, o serviço segue instável e com as velocidades prometidas oscilando e, muitas vezes, se equiparando às do 4G devido à falta de cobertura na capital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos