Mercado fechará em 6 h 23 min
  • BOVESPA

    119.686,14
    +389,01 (+0,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,48
    +1,30 (+2,16%)
     
  • OURO

    1.737,40
    -10,20 (-0,58%)
     
  • BTC-USD

    64.328,09
    +1.372,07 (+2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.382,31
    +6,53 (+0,47%)
     
  • S&P500

    4.142,58
    +0,99 (+0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.733,13
    +55,86 (+0,17%)
     
  • FTSE

    6.910,02
    +19,53 (+0,28%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    -130,61 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.992,25
    +16,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8443
    +0,0131 (+0,19%)
     

Erdogan diz que volatilidade do mercado não reflete realidade econômica da Turquia

·1 minuto de leitura
Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan

ANCARA (Reuters) - A recente volatilidade nos mercados financeiros não reflete a realidade da economia local e os investidores internacionais devem manter sua confiança na Turquia, disse o presidente do país, Tayyip Erdogan, nesta quarta-feira.

Os turcos que mantêm moedas estrangeiras e ouro em casa deveriam investi-los em instrumentos financeiros, levando-os para a economia e a produção, disse ele em um discurso em um congresso de seu Partido AK, que está no poder.

"A volatilidade do mercado nos últimos dias não reflete os fundamentos, a dinâmica, o potencial e o futuro da economia", disse o presidente.

O valor da lira caiu, as ações despencaram e os rendimentos dos títulos dispararam após a decisão surpresa de Erdogan, anunciada no fim de semana, de substituir o presidente do banco central por um crítico da política monetária apertada. A lira caía para 8,0 por dólar nesta quarta-feira, deixando as perdas desde sexta-feira em cerca de 10%.

"Provamos que somos resistentes a todos os tipos de choques com nossa disciplina fiscal e compromisso com a economia de mercado", disse Erdogan.

Ele acrescentou que a economia vai melhorar com base no investimento, produção, emprego e exportações.

(Por Tuvan Gumrukcu e Ece Toksabay)