Mercado fechado

Equinor inicia perfuração do Campo de Bacalhau, na Bacia de Santos

Plataforma da Petrobras na Bacia de Santos

(Reuters) - A Equinor informou nesta quinta-feira que iniciou a campanha de perfuração da fase 1 do Campo de Bacalhau, na Bacia de Santos, conforme comunicado.

A cargo da Seadrill Management, as atividades de perfuração estão sendo realizadas pela West Saturn, uma sonda adaptada para profundidades submarinas de até 3.600 metros.

Segundo a petroleira norueguesa, o contrato com a Seadrill tem duração de quatro anos, incluindo quatro opções de extensão de um ano cada, e engloba mobilização, modernizações e serviços integrados.

Um segundo contrato de sonda foi anunciado em julho deste ano para Bacalhau. Concedido à Valaris, ele terá duração de 540 dias, com previsão de início para 2023.

No total, a campanha de perfuração da Fase 1 de Bacalhau terá 19 poços. Quando entrar em produção, espera-se que a Fase 1 de Bacalhau produza 220 mil barris por dia em platô.

Operadora do campo, a Equinor detém 40% de participação no projeto, ao lado de ExxonMobil (40%), Petrogal Brasil (20%) e Pré-Sal Petróleo S.A (PPSA, gestora do contrato de partilha; não investidora).

(Por Rafaella Barros)