Mercado fechado

Epic ataca a Apple de novo: "não tem direito de usufruir do nosso trabalho"

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

A Epic Games registrou novo processo contra a Apple em uma tentativa de fortalecer seus argumentos contra o bloqueio de Fortnite na App Store. Segundo a desenvolvedora, a Apple “não tem direito de usufruir do trabalho da Epic”.

O confronto se segue desde agosto deste ano, quando a desenvolvedora adicionou um meio de pagamento em Fortnite para tentar burlar a taxa de 30% que a loja do iOS cobra dos usuários. Como consequência, o battle royale mais popular do mundo não está mais disponível para usuários de iPhones, iPads nem Macs nos pelo tempo em que durar o processo.

A nova investida da Epic também é uma tentativa de pegar uma carona nos processos que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos moveu contra o monopólio de grandes companhias no país, incluindo a Apple.

Ainda em agosto a companhia do iPhone argumentou que a movimentação da Epic feria seus códigos de conduta, bem como poderia criar precedente para outras empresas. Entre as acusações, havia a de que a desenvolvedora estaria roubando recursos pertencentes à Apple. Em resposta, a Epic disse que suas ações “estão muito longe de serem uma conduta tortuosa - nem mesmo criminosa - como descritas pela Apple”. Segundo a defesa da Epic, ela não buscava roubar o que era da companhia do iPhone, mas apenas dar uma opção a mais aos jogadores de Fortnite.

“As afirmações recorrentes de roubo da Apple são resumidas à afirmação extraordinária de que o recebimento de pagamentos da Epic, feito por jogadores da Epic, diante do trabalho de artistas, designer e engenheiros da Epic, seria uma apropriação de algo que pertenceria à Apple”, argumenta a defesa.

Vale lembrar que, no começo de outubro, a juíza Yvonne Gonzalez Rogers impediu a Apple de retaliar usando a Unreal Engine contra a Epic, mas manteve o bloqueio contra Fortnite. Para a juíza, o caso deve ir a júri popular somente em meados de 2021.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: