Mercado fechado

Entrevista de atores de WandaVision revela detalhes sobre a série do Disney+

Beatriz Vaccari
·7 minuto de leitura

2020 não está totalmente perdido para os fãs da Marvel. Apesar desse ser o primeiro ano sem filmes da empresa em uma década devido ao atraso de Viúva Negra por conta da pandemia de COVID-19, os produtores do MCU estão se preparando para levar a franquia para a televisão de uma vez por todas.

Esperada para o dia 27 deste mês por conta de um vazamento no Disney+, WandaVision será a primeira série a ser lançada na Fase Quatro do Universo Cinematográfico Marvel por conta de todas as complicações que envolveram as filmagens de Falcão e o Soldado Invernal. Embora a empresa não tenha de fato revelado uma data de estreia e o trailer do serviço de streaming causou especulações sobre um possível adiamento, foram divulgadas nesta terça-feira (10) novas imagens promocionais da série para a revista estadunidense Entertainment Weekly.

Por garantia, é importante alertar sobre a presença de possíveis spoilers e informações inéditas sobre a série WandaVision a partir daqui.

Capa especial sobre WandaVision (Imagem: Reprodução/Entertainment Weekly)
Capa especial sobre WandaVision (Imagem: Reprodução/Entertainment Weekly)

Elizabeth Olsen e Paul Bettany estão de volta aos papéis de Wanda Maximoff e Visão na minissérie que mistura os nomes de seus personagens em seis episódios exclusivos do Disney+. A produção se inspira em sitcoms que fizeram muito sucesso entre os anos 1950, tornando-se clássicos, até os programas familiares dos anos 1990. Além disso, em matéria exclusiva da Entertainment Weekly, foi revelado que o primeiro episódio foi filmado totalmente em preto e branco e na frente de uma audiência de estúdio — para trazer o clima de programas da época gravados com plateia. Os participantes tiveram que assinar termos de confidencialidade muito rígidos, para que nenhuma informação escape antes da data de estreia.

"O programa é uma carta de amor à era de ouro da televisão", revelou o redator-chefe de WandaVision, Jac Schaeffer, à Entertainment Weekly. "Estamos prestando homenagem e homenageando todos esses shows incríveis e pessoas que vieram antes de nós, [mas] também estamos tentando abrir um novo território."

Elizabeth Olsen e Paul Bettany estão de volta aos papéis de Wanda Maximoff e Visão (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)
Elizabeth Olsen e Paul Bettany estão de volta aos papéis de Wanda Maximoff e Visão (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)

Uma pessoa que garante ter assistido toda a série aponta que essas referências de WandaVision aos programas de TV são, na verdade, resultados de um colapso mental que a própria Feiticeira Escarlate criou para lidar com a dor de perder seu amado.

Em entrevista à EW, Kevin Feige revela que a ideia de colocar Wanda Maximoff e Visão, dois personagens que acabaram ganhando o carinho dos fãs nos filmes; e colocá-los em um mundo estranho de fantasia e felicidade suburbana, foi dele. Além disso, o executivo revela que, ao contrário de outras séries com o selo da Marvel, como Jessica Jones, Luke Cage, Demolidor, produzidas separadamente; quanto com os programas da ABC, Agents of SHIELD e Agent Carter, WandaVision e as outras séries do Disney+ serão algo totalmente novo: minisséries produzidas inteiramente pelo Marvel Studios, com total controle criativo e histórias baseadas em personagens que se ligariam explicitamente aos eventos do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês)

"Isso realmente energizou todos criativamente no estúdio, a noção de que poderíamos tocar em um novo meio e fazer as regras em termos de estrutura e formato", declarou Feige à revista.

WandaVision terá uma série de referências a sitcoms dos anos 1950 e 1990 (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)
WandaVision terá uma série de referências a sitcoms dos anos 1950 e 1990 (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)

"Eu me preparava para o dia assistindo a alguma sitcom antiga porque não aguentava mais o jornal", contou Feige. "Nos últimos anos, me preparando para ir ao set, fiquei pensando em como esses programas foram influentes em nossa sociedade e em mim; e como certamente estava usando-os como uma fuga da realidade, em que as coisas poderiam ser amarradas em um episódio de 30 minutos."

Essa "fuga da realidade" que Kevin Feige menciona pode muito bem sustentar os vazamentos que sugerem que Wanda Maximoff criará universos alternativos baseados em sitcoms para escapar de uma vida sem Visão.

Estaria Wanda criando uma realidade paralela, resultado de um colapso mental? (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)
Estaria Wanda criando uma realidade paralela, resultado de um colapso mental? (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)

Para ambientar o espectador numa série de comédia das décadas passadas, Feige escolheu a dedo toda a equipe técnica para trabalhar na produção de WandaVision. Jac Schaeffer (que tem créditos em Viúva Negra e Capitã Marvel) é roteirista principal, Mary Livanos é coprodutora-executiva, e Matt Shakman ocupa a cadeira de diretor, sendo o principal nome, por já ter comandado shows como Fargo e Game Of Thrones.

WandaVision misturará a ação épica, tradicional de um filme ou série de super-heróis, com o humor de uma série de comédia suburbana. No vazamento de outubro, o usuário que garante ter assistido a todos os episódios de WandaVision revela que, ao todo, Wanda Maximoff cria seis realidades baseadas em sitcoms de sucesso, como A Feiticeira (1964), The Brady Bunch (1969), Três é Demais (1987), Roseanne (1988), Leave It to Beaver (1957) e uma atual cujo nome não foi revelado. Isso explica as diferentes maquiagens e figurinos já mostrados no trailer liberado pelo Disney+.

O primeiro episódio de WandaVision foi inteiramente gravado em preto e branco (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)
O primeiro episódio de WandaVision foi inteiramente gravado em preto e branco (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)

Ninguém da produção de WandaVision esperava que a série fosse ser o pontapé inicial da Fase Quatro do Universo Cinematográfico Marvel, uma vez que havia a previsão de lançamento de Viúva Negra e Os Eternos no cinema, além de Falcão e o Soldado Invernal no Disney+. De acordo com a Entertainment Weekly, a equipe estava correndo para terminar de gravar as seis horas do título em outubro deste ano, voltando ao set com novas medidas de distanciamento social depois da interrupção das filmagens por conta da pandemia de COVID-19.

Entrevista da EW confirma proximidade do lançamento

Quando a série ficou prevista para novembro, muita gente acreditava que as gravações estavam definitivamente encerradas e WandaVision havia finalmente entrado em período de pós-produção, enquanto Falcão e o Soldado Invernal estavam ainda também terminando as gravações. Em novembro, na divulgação da lista de lançamentos do Disney+, WandaVision acabou ficando de fora, aquecendo os rumores de um adiamento; além de ter deixado todos os fãs se perguntando porque a Disney havia voltado a falar sobre o assunto previamente.

Os boatos e as divulgações oficiais recentes revelam que, na verdade, a WandaVision também estava terminando gravações e pós-produção — não se sabe se foram necessárias regravações. Por conta disso, o lançamento no serviço de streaming teria sido movido para o final de novembro ou para dezembro, com toda a campanha promocional acontecendo agora.

Vale lembrar que é de interesse da empresa exibir WandaVision ainda este ano devido aos inúmeros atrasos que um adiamento possa causar no cronograma e na linha do tempo do MCU, que inclusive deve respingar nos próximos lançamentos da marca tanto na televisão quanto nos cinemas.

WandaVision contará também com novos personagens (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)
WandaVision contará também com novos personagens (Imagem: Reprodução / Entertainment Weekly)

WandaVision apresentará novos personagens: Kathryn Hahn estrela como Agnes, a típica "vizinha intrometida" que participará ativamente da rotina de Wanda e Visão. Além disso, Teyonah Parris interpretará a versão adulta de Monica Rambeau, uma jovem nascida em Louisiana que foi introduzida no MCU em Capitã Marvel.

WandaVision e o gancho para Doutor Estranho 2

Já era de conhecimento dos fãs que a série teria conexão direta com Doutor Estranho 2. À EW, Feige observa que o final da trama montará diretamente os eventos iniciais de Multiverso da Loucura, com a Feiticeira Escarlate desempenhando um papel fundamental ao lado de Stephen Strange.

De acordo com o executivo, cada um dos programas adicionais da Marvel se conectarão tanto aos filmes passados e aos futuros do MCUl. Com a pandemia embaralhando as datas de lançamento, a companhia também está tomando cuidado extra para garantir que a nova programação não prejudique a continuidade da história.

WandaVision impactará diretamente em Doutor Estranho 2 (Imagem: Reprodução/Entertainment Weekly)
WandaVision impactará diretamente em Doutor Estranho 2 (Imagem: Reprodução/Entertainment Weekly)

Além disso, ele declarou que WandaVision pode funcionar como uma série autônoma para todo fã de sitcoms, mesmo os que nunca assistiram a um filme dos Vingadores sequer. "Se você ainda não viu nenhum deles e só quer entrar nessa coisa estranha porque amava The Dick Van Dyke Show, vai funcionar", diz. "Mas se você está acompanhando os 23 filmes que fizemos e as histórias até a Fase 4, haverá uma abundância de recompensas esperando por você enquanto tudo se desenrola."

Além da reportagem escrita, Elizabeth Olsen e Paul Bettany deram uma entrevista em vídeo para a Entertainment Weekly cuja versão legendada já foi disponibilizada online. Assista abaixo:

Disney+ no Brasil

WandaVision estará disponível no Disney+ assim como todos os filmes com o selo do Marvel Studios e as minisséries da Fase Quatro do MCU que estão por vir.

O serviço de streaming da Disney chega ao Brasil na semana que vem, em 17 de novembro. Os usuários terão sete dias para testar a plataforma gratuitamente. Depois, os valores para assinatura são de R$ 27,90 por mês ou R$ 279 por um ano, um valor equivalente a R$ 23,25 mensais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: