Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -658,25 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,52 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,86 (-2,12%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,20 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    13.000,30
    -17,23 (-0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,13 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,29 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +19,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6630
    +0,0529 (+0,80%)
     

Entre os paulistanos, 21% não devem votar por causa do coronavírus, mostra Datafolha

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Woman holds the Voter License (Título Eleitoral). It is a document that proves that the person is able to vote in Brazil elections
(Foto: Getty Images)

Entre os moradores da cidade de São Paulo, a maior parte não deve deixar de votar nas eleições municipais por causa do novo coronavírus. É o revela a pesquisa Datafolha, divulgada na última quinta-feira, 8.

O levantamento mostra que 79% dos entrevistados disseram que não deixarão de votar pelo medo de se contaminarem com o novo coronavírus, enquanto 21% afirmaram que sentem medo. Entre os que sentem medo, a maior parte, 29%, tem entre 16 e 24 anos. Os mais velhos, com mais de 60 anos, foram os que menos declararam ter medo de exposição ao vírus, com 16%.

Questionados sobre quão seguro se sentem para votar, 26% afirmaram se sentir muito seguros, enquanto 46% acreditam que estarão um pouco seguros. 28% sentem-se nada seguros e 1% não sabem.

Leia também

Em 24 de dezembro, pesquisa anterior do Datafolha, o percentual de entrevistados que não se sentiam seguros para votar era de 34%, ou seja, índice caiu 6 pontos percentuais.

O número de eleitores inseguros é maior entre pessoas com renda familiar até dois salários mínimos. Entre os mais pobres, o índice é de 35%. Os mais ricos, com renda acima de 10 salários mínimos, 16% não se sentem seguros.

Mais sobre Eleições 2020:

Candidaturas de mulheres para prefeituras cresceu 0,1% em relação à 2016

Pela primeira vez na história, eleições terão mais candidaturas pretas do que brancas

Veja a lista definitiva de todos ex-fichas sujas que podem voltar a concorrer

Candidatos pretos retém apenas 3,8% da verba de R$ 1,3 bi para o financiamento eleitoral

Outro índice indicado pela pesquisa Datafolha é que, entre os eleitores paulistanos, 11% não sabem que haverá eleição para vereadores e prefeito em novembro. Em relação à pesquisa anterior, o número caiu. Em 24 de setembro eram 14%.

Em relação aos candidatos, a pesquisa mostra que Celso Russomano (Republicanos) tem 27% das intenções de voto, Bruno Covas (PSDB) tem 21%, Guilherme Boulos (PSOL) tem 12% e Márcio França (PSB) tem 8%.