Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.324,71
    -34,59 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Entenda o que muda entre o Bolsa Família e o Auxílio Brasil

·3 min de leitura
  • Auxílio Brasil deverá atender a mais famílias que o Bolsa Família

  • Programa do governo de Jair Bolsonaro cria benefícios adicionais que recompensam mérito escolar

  • Forma de cadastro não se alterou, ainda deve ser feito pelo Cadastro Único

A partir desta segunda-feira (08), os antigos beneficiários do Bolsa Família estarão automaticamente inscritos Auxílio Brasil, novo programa do governo. Muitos, no entanto, não entenderam direito a transição e ainda se perguntam o que muda de um benefício para outro.

Como se cadastrar

O cadastro segue sendo feito da mesma forma, através do Cadastro Único.

Quantidade de beneficiários

O bolsa família atendia um público de 14,6 milhões de famílias. Esse público estará automaticamente cadastrado para atendimento no Auxilio Brasil. Atpe dezembro, espera-se que o Auxilio Brasil inclua mais pessoas, chegando a 17 milhões de famílias.

Para isso, o Auxilio Brasil redefiniu os valores mínimos necessários para se tornar um beneficiário. Agora, famílias com renda per capita de até R$ 100 são consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita até R$ 200 estão na categoria de pobreza. No bolsa família esses valores eram de R$ 89 e R$ 178, respectivamente.

Valores

O benefício base (que é pago para as famílias em extrema pobreza), passou de R$ 89 para R$ 100.

Agora, as parcelas que dependem da composição familiar também foram alteradas, mas o limite de cinco benefícios acumulados se manteve.

As Parcelas Variáveis (incluindo o Benefício Variável à Gestante e o Benefício Variável Nutriz), subiram de R$ 41 para R$ 49. O Benefício Variável Vinculado ao Adolescente também aumentou, de R$ 48 para R$ 57.

No Auxílio Brasil, a estrutura básica foi simplificada para:

Benefício Primeira Infância, para as famílias com crianças de 0 a 36 meses, com valor mensal de R$ 130.

Benefício Composição Familiar, quando há gestantes ou pessoas de três a 21 anos, com um valor de R$ 65.

Benefício de Superação da Extrema Pobreza, para famílias cuja renda, ainda se encontra abaixo da linha de extrema pobreza mesmo após todos benefícios, será pago o montante restante para completar a renda.

Leia também:

Benefícios complementares

Por último, o Auxílio Brasil trouxe uma série de benefícios complementares

Auxílio Esporte Escolar

Destinado a estudantes integrantes de famílias beneficiárias do programa, com idades de 12 a 17 anos incompletos, e que conquistarem até a terceira colocação em competições dos Jogos Escolares Brasileiros. O valor do benefício será de R$ 100, por 12 meses, pago ao esportista. A família também receberá uma parcela única de R$ 1.000.

Bolsa de Iniciação Científica Júnior

Com valores iguais ao Auxílio Esporte Escolar, esse benefício se destina a estudantes de famílias integrantes do Auxílio Brasil que se destaquem em competições acadêmicas e científicas de abrangência nacional. Nesta modalidade não haverá limitação de beneficiários por família.

Auxílio Criança Cidadã

Concedido a famílias do programa que encontrem fonte de renda, mas não tenham conseguido vaga nas creches públicas ou conveniadas para suas filhos de até 2 anos. O benefício será pago aos estabelecimentos educacionais no valor de R$ 200 para crianças matriculadas em turno parcial e de R$ 300 para crianças em turno integral.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural

Benefício de R$ 200 pago por 36 meses a agricultores inscritos no cadastro único, desde que façam doações (após 3 meses de carência) de alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pela rede de assistência social e educacional.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana

Benefício de R$ 200 pago para famílias atendidas pelo programa do Auxilio Brasil, dada a comprovação de vínculo de emprego formal de um dos integrantes.

Benefício Compensatório de Transição

Destinado a famílias que comprovem perda de renda devido a transição entre os programas. A essas famílias será destinado um valor adicional para complementar o que foi perdido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos