Mercado fechará em 3 h 22 min
  • BOVESPA

    111.110,80
    +2.217,48 (+2,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.636,78
    +857,91 (+2,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,77
    -0,57 (-1,26%)
     
  • OURO

    1.810,00
    +29,10 (+1,63%)
     
  • BTC-USD

    19.306,25
    -93,52 (-0,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,39
    -0,47 (-0,12%)
     
  • S&P500

    3.664,04
    +42,41 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    29.994,05
    +355,41 (+1,20%)
     
  • FTSE

    6.380,25
    +114,06 (+1,82%)
     
  • HANG SENG

    26.567,68
    +226,19 (+0,86%)
     
  • NIKKEI

    26.787,54
    +353,92 (+1,34%)
     
  • NASDAQ

    12.401,00
    +124,00 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3124
    -0,0488 (-0,77%)
     

Entenda como hackers invadiram contas de Obama, Gates, Musk no Twitter e faturaram milhares de dólares

Marcus Couto
·3 minuto de leitura
A conta de Obama foi uma das invadidas no ataque ao Twitter. (Foto: Getty Images/Getty Images for EIF & XQ)
A conta de Obama foi uma das invadidas no ataque ao Twitter. (Foto: Getty Images/Getty Images for EIF & XQ)

O Twitter passou nesta quarta-feira (15) por um dos maiores ataques hackers da história da plataforma. Simultaneamente, foram invadidas as contas verificadas de alguns dos perfis de maior relevância da rede, entre eles do ex-presidente americano Barack Obama, do CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, do confundador da Microsoft, Bill Gates, além de outras figuras midiáticas como o rapper e empresário Kanye West. A conta oficial da Apple também foi comprometida.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Aparentemente, o objetivo inicial do ataque era arrecadar dinheiro, por meio de um golpe de bitcoins. Simultaneamente, as contas comprometidas – incluindo as de Obama, Musk e Gates – começaram a publicar mensagens pedindo para que as pessoas doassem bitcoins para uma carteira controlada pelos hackers, com o pretexto de uma falsa campanha filantrópica.

Leia também

Segundo o site especializado em criptomoedas Cryptoconomist, a carteira de bitcoins usada pelos hackers registrou o recebimento de mais de US$ 100 mil no período do golpe.

Nas horas seguintes ao ataque, o fundador do Twitter, Jack Dorsey, se pronunciou, dizendo que a empresa estava “fazendo o diagnóstico” do que havia acontecido. As contas verificadas foram todas bloqueadas, impedidas de publicar, enquanto o controle era retomado pelos seus respectivos proprietários.

Imagem de mensagem falsa publicada no perfil oficial de Barack Obama, pedindo dinheiro
Imagem de mensagem falsa publicada no perfil oficial de Barack Obama, pedindo dinheiro

Mas, afinal, o que aconteceu para uma falha tão grande permitir o acesso simultâneo de contas tão importantes a um mesmo grupo de hackers?

Algumas horas depois do ataque, algumas respostas começaram a vir à tona. Por meio de sua conta de suporte oficial, o Twitter afirmou que apura um “ataque coordenado de engenharia social bem-sucedido sobre funcionários com acessos ao sistema e ferramentas internas” da plataforma.

Ou seja, os hackers tiveram acesso a ferramentas da administração do Twitter, que por sua vez, permitiram um acesso direto a qualquer conta que eles quisessem acessar. Técnicas de engenharia social são bem conhecidas no mundo hacker, uma das formas mais usadas e eficientes para se obter acessos a senhas e sistemas: o invasor manipula o alvo, de forma a fazê-lo entregar voluntariamente chaves de acesso, sem perceber que está sendo vítima de um golpe malicioso.

Ainda não está claro como exatamente essa engenharia foi feita, mas aparentemente foi parte de um plano orquestrado que envolveu múltiplos agentes, e alvos.

O site Motherboard, o braço especializado em tecnologia da Vice, investigou espaços de debate online sobre hacking e ouviu de fontes não identificadas que um empregado de dentro do Twitter teria sido pago para dar acesso às ferramentas internas da plataforma ao grupo de invasores. Essa informação não foi confirmada pelo Twitter. Mas nesses mesmos fóruns, circulavam fotos da suposta página de administração do Twitter – que mostra ferramentas de moderação inacessíveis para usuários comuns.

Aparentemente, os acessos às contas foram restauradas, e o Twitter afirmou que o ataque será positivo no sentido de reforçar a segurança da plataforma. Mas ainda não está totalmente clara a extensão dos danos, e principalmente, quais tipos de informação foram obtidas durante o ataque.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.