Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,47
    -0,68 (-0,94%)
     
  • OURO

    1.820,70
    -40,70 (-2,19%)
     
  • BTC-USD

    38.244,83
    -2.001,24 (-4,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.911,25
    -70,00 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0607
    -0,0013 (-0,02%)
     

Entenda como funciona a logística de distribuição de vacinas contra Covid-19 aqui no Brasil

·2 minuto de leitura
Entenda como funciona a logística de distribuição de vacinas contra Covid-19 aqui no Brasil
Entenda como funciona a logística de distribuição de vacinas contra Covid-19 aqui no Brasil

Na última sexta-feira (4), o Ministério da Saúde divulgou como é o funcionamento da logística de distribuição das vacinas contra Covid-19 no Brasil, desde as aprovações dos imunizantes até a chegada nos pontos de vacinação. As informações foram publicadas no perfil oficial da pasta no Twitter.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Segundo a série de postagens, o processo inicial se dá pela aprovação das vacinas contra Covid-19 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Vale lembrar que existem diferenças entre registro e aprovação para uso emergencial, que já foram mencionadas pelo Olhar Digital.

Com a aprovação do órgão brasileiro, o governo federal busca laboratórios que consigam atender a demanda do país.

Assim que os carregamentos de vacinas contra Covid-19 chegam em território brasileiro, são enviados para o centro de distribuição do Ministério da Saúde, localizado em Guarulhos (SP). Os imunizantes ficam armazenados em câmaras frias e passam por contagem e controle de qualidade.

Vacinas contra Covid-19
Imunizantes contra Covid-19 percorrem todo o processo logístico antes de chegarem aos postos de vacinação. Foto: Dimitris Barletis/Shutterstock

Leia mais:

Após todo o processo, ocorre uma reunião triparte do Sistema Único de Saúde (SUS) entre governo federal, estados — representados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) — e municípios — representados pelo Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

De acordo com a publicação do ministério, “a definição da quantidade de vacinas que vai para cada estado, por exemplo, é definida pelo #SUS, ou seja, por todos os entes federados, não é exclusiva do Governo Federal/@minsaude” e “a decisão é sempre tomada de forma igualitária e proporcional”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Feita a divisão dos imunizantes contra a Covid-19, as secretarias estaduais de saúde são responsáveis pelo envio das vacinas às secretarias municipais de saúde. Os municípios, por sua vez, finalizam o processo de logística ao distribuírem os imunizantes aos postos de vacinação, onde são aplicadas as doses.

Fonte: Agência Brasil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!