Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.842,94
    -2.596,43 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.577,62
    -730,09 (-1,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,81
    -1,16 (-1,61%)
     
  • OURO

    1.765,40
    +14,00 (+0,80%)
     
  • BTC-USD

    43.815,63
    -3.642,20 (-7,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.090,95
    -43,43 (-3,83%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.999,00
    -327,00 (-2,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2582
    +0,0588 (+0,95%)
     

Engie tem aval da Aneel para operação de 100% do Conjunto Eólico Campo Largo II na Bahia

·1 minuto de leitura
Logo da empresa francesa Engie em Nantes, França.

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Engie Brasil, da francesa Engie, colocou em operação nesta quinta-feira as três últimas das 11 centrais eólicas de seu ativo Campo Largo II, de 361,2 MW de capacidade instalada total, após autorização da agência reguladora Aneel, segundo comunicado enviado ao mercado.

Campo Largo II fica no Município de Umburanas, a aproximadamente 420 km da de Salvador (BA), mesma região onde a companhia já opera comercialmente os Conjuntos Eólicos Campo Largo e Umburanas (686,7 MW de capacidade instalada).

"As sinergias existentes na região, entre elas a utilização da mesma subestação, linha de transmissão, infraestrutura de canteiro e acessos internos, possibilitaram a aceleração da entrega deste empreendimento", disse em nota o diretor-presidente e de Relações com Investidores da Engie Brasil Energia, Eduardo Sattamini.

A entrega ocorre em momento importante, que o governo vem buscando diversas medidas para garantir o abastecimento de energia, diante de grave crise hídrica nos reservatórios de hidrelétricas - principal fonte geradora do país.

Com a entrada em operação comercial da totalidade de Campo Largo II, o parque gerador da Engie passou a contar com 1.262,6 MW de capacidade instalada de energia eólica, somando 49 centrais eólicas em operação comercial, somando no portfólio 71 usinas de diferentes fontes e 9.075,7 MW de capacidade instalada total em 12 Estados, nas cinco regiões do Brasil.

(Por Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos