Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.562,88
    +33,91 (+0,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,79
    -0,88 (-1,40%)
     
  • OURO

    1.796,30
    +17,90 (+1,01%)
     
  • BTC-USD

    55.511,29
    -470,65 (-0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.278,36
    +15,40 (+1,22%)
     
  • S&P500

    4.146,97
    +12,03 (+0,29%)
     
  • DOW JONES

    33.965,44
    +144,14 (+0,43%)
     
  • FTSE

    6.895,56
    +35,69 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.778,50
    -15,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6667
    -0,0358 (-0,53%)
     

Engie Brasil retoma processo de venda da termelétrica Pampa Sul

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Engie Brasil Energia está retomando o processo de venda da totalidade de suas ações na termelétrica Pampa Sul, anunciou a companhia nesta quarta-feira, em meio a um movimento mais amplo para se desfazer de ativos de carvão.

Segundo o comunicado, Pampa Sul já recebeu investimento de mais de 2 bilhões de reais.

Com capacidade instalada de 345 megawatts, a termelétrica no Rio Grande do Sul está 100% contratada no Ambiente de Contratação Regulada (ACR) até 31 de dezembro de 2043, disse a Engie.

Desde o início da geração de energia na usina em caráter comercial, em junho de 2019, foram identificados ajustes em parâmetros de operação e seus diversos sistemas e equipamentos, "tornando Pampa Sul um ativo consolidado e com os riscos operacionais reduzidos", disse a Engie.

"A companhia está centrada em seu propósito de acelerar a transição para uma economia neutra em carbono, direcionando as suas atividades para geração de energia renovável, gás natural e infraestrutura", enfatizou.

(Por Nayara Figueiredo)