Mercado abrirá em 1 h 29 min
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,36
    -1,30 (-1,57%)
     
  • OURO

    1.798,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    61.092,26
    +2.557,63 (+4,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.471,29
    -3,04 (-0,21%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.238,89
    -14,38 (-0,20%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.650,50
    +63,25 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4215
    -0,0032 (-0,05%)
     

Engenheiros que poderiam resolver 'apagão' do Facebook são barrados na empresa; entenda

·2 minuto de leitura
FILE- In this March 29, 2018, file photo, the logo for Facebook appears on screens at the Nasdaq MarketSite in New York's Times Square. (AP Photo/Richard Drew, File)
FILE- In this March 29, 2018, file photo, the logo for Facebook appears on screens at the Nasdaq MarketSite in New York's Times Square. (AP Photo/Richard Drew, File)
  • Crachás dos trabalhadores deixaram de funcionar durante pane global;

  • Os telefones e os e-mails que estavam ligados a essa plataforma também pararam;

  • Ainda não há explicação oficial sobre o motivo da 'queda' da plataforma.

Funcionários que tentaram entrar na sede do Facebook, nos EUA, foram barrados na porta da empresa. O sistema interno usado pela companhia também parou de funcionar e os crachás dos trabalhadores não funcionavam. Segundo o jornal New York Times, alguns deles são engenheiros que poderiam resolver a situação. 

Dessa forma, sistemas de segurança, calendários internos e ferramentas de agendamento estão sem operar. Os telefones e os e-mails que estavam ligados a essa plataforma também pararam. 

Leia também:

Uma pequena equipe de funcionários do Facebook foi enviada nesta segunda-feira ao centro de dados da empresa, em Santa Clara, no estado americano da Califórnia, para tentar uma "reinicialização manual" dos servidores. Tanto o Facebook, quanto WhatsApp e Instagram saíram do ar, conforme usuários perceberam pouco antes das 13h, no horário de Brasília.

Em comunicado à imprensa, o Facebook confirmou a dificuldade de usuários acessarem o sistema, incluindo WhatsApp e Instagram, dizendo "estar trabalhando para que tudo volte ao normal o quanto antes".

“Estamos cientes de que as pessoas estão tendo dificuldade para acessar nossos aplicativos e produtos. Estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o quanto antes", acrescentou. Ainda não há explicação oficial sobre o motivo da 'queda' da plataforma.

'Apagão' pode gerar perda de R$1,2 milhão por minuto

A instabilidade global das redes sociais nesta segunda-feira pode gerar prejuízo para uma das gigantes plataformas de Mark Zuckerberg. Com um faturamento diário de 1,7 bilhão de reais, o Facebook corre o risco de perder receita de 72,3 milhões de reais por hora, ou 1,2 milhão de reais por minuto ao ter seus serviços digitais fora do ar.

Pane no sistema?

Três dos aplicativos mais usados da internet saíram do ar no final da manhã desta segunda-feira. Facebook, WhatsApp e Instagram (todos do conglomerado de Mark Zuckerberg) tinham instabilidade. Ainda não havia nenhuma explicação oficial para o bug.

Existem boas alternativas ao serviço de mensagens do conglomerado de Mark Zuckerber? Sim. Confira a lista de algumas delas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos