Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    -2,46 (-3,33%)
     
  • OURO

    1.812,40
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.038,35
    -2.253,19 (-5,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1444
    -0,0436 (-0,70%)
     

Engenheiros construíram um robô inspirado em baratas que não pode ser esmagado

·2 minuto de leitura
Engenheiros construíram um robô inspirado em baratas que não pode ser esmagado
Engenheiros construíram um robô inspirado em baratas que não pode ser esmagado

Engenheiros desenvolveram um pequeno robô baseado em uma barata, com quase tanta velocidade e capacidade de compressão quanto o inseto e mais ou menos do tamanho de um selo postal.

Pesando menos de um décimo de grama, o robô, ainda sem nome, suporta ser pisado por um humano de cerca de 60 quilos. Ele simplesmente se recompõe e segue em frente.

Engenheiros construíram um robô inspirado em baratas que não pode ser esmagado. Divulgação/Berkeley News
Engenheiros construíram um robô inspirado em baratas que não pode ser esmagado. Divulgação/Berkeley News

“A maioria dos robôs nesta pequena escala em particular são muito frágeis”, disse o engenheiro mecânico Liwei Lin, da Universidade da Califórnia, Berkeley, em artigo publicado. “Descobrimos que, se colocarmos peso em nosso robô, ele ainda funciona”, completou Lin.

Parte da robustez do robô se deve ao seu design simples. É feito de uma fina folha de fluoreto de polivinilideno (PVDF), um material piezoelétrico que se expande e se contrai com a aplicação de uma pequena corrente alternada.

Essa expansão e contração dão ao robô sua maneira de se mover: ao adicionar uma perna dianteira e uma camada de polímero elástico, os cientistas fizeram com que a folha se dobrasse de uma maneira que impulsionasse para frente.

A equipe experimentou vários comprimentos de robô. No seu ritmo mais rápido, um robô de 10 milímetros conseguiu se mover 20 centímetros por segundo. No momento, o dispositivo precisa ser conectado à sua fonte de eletricidade, mas uma versão futura pode ser alimentada por uma pequena bateria.

Uma das maneiras pelas quais os pequenos robôs podem ser úteis é investigando locais que podem ser perigosos e instáveis.

“Por exemplo, se um terremoto acontecer, será muito difícil para as grandes máquinas ou cães encontrarem vida sob os escombros. É por isso que precisamos de um robô de pequeno porte que seja ágil e robusto”, disse o engenheiro mecânico Yichuan Wu, da Universidade de Tecnologia Eletrônica da China.

Para isso, a equipe está procurando maneiras de adicionar um sensor de gás ao design, o que permitira ao robô entrar em espaços mais apertados e verificar se há vazamentos de gás que representam uma ameaça.

“Esperamos que o robô em escala de inseto proposto abra uma maneira de buscar robôs rápidos e robustos para aplicações práticas”, concluíram os pesquisadores.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos