Mercado fechará em 5 h 48 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,11
    +0,23 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.928,60
    -2,20 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    23.519,48
    -273,31 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,22
    -8,09 (-1,48%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.850,67
    +30,51 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.733,50
    -113,25 (-0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5424
    +0,0527 (+0,96%)
     

Engenheiro da Tesla diz que vídeo de autopiloto foi forjado

Tesla: vídeo que demonstrava capacidade de direção autônoma dos veículos foi forjado
Tesla: vídeo que demonstrava capacidade de direção autônoma dos veículos foi forjado
  • Vídeo foi divulgado para anunciar as capacidades dos veículos da Tesla;

  • Piloto automático da Tesla tem causado inúmeros acidentes nos Estados Unidos;

  • Musk afirmou recentemente que montadora não tem valor algum se não conseguir criar um modo de piloto automático.

Em 2016 a Tesla divulgou um vídeo mostrando as capacidades de direção autônoma de seus carros elétricos. O vídeo foi também compartilhado por Elon Musk em seu perfil no Twitter. Contudo, um engenheiro da companhia relatou à Reuters que o vídeo foi encenado.

Intitulado de "Full Self-Driving Hardware on All Teslas", o vídeo ainda está disponível no blog oficial da Tesla. Antes do início do vídeo uma mensagem aparece com um texto que afirma: "A pessoa no banco do motorista está lá apenas por motivos legais. Ele não está fazendo nada. O carro está dirigindo sozinho."

O vídeo demonstra um Tesla saindo de uma garagem, parando nos sinais, viajando em uma rodovia e estacionando em um complexo de escritórios. Na demonstração, as mãos do motorista apenas pairam abaixo do volante durante a viagem. Musk promoveu o conteúdo escrevendo "A Tesla dirige sozinha (sem intervenção humana)".

Entretanto, na última terça-feira a Reuters obteve acesso a um depoimento de Ashok Elluswamy, diretor de software de piloto automático da empresa, dado em 2018 durante um processo sobre a morte de um motorista proprietário de um Tesla. "A intenção do vídeo não era retratar com precisão o que estava disponível para os clientes em 2016. Era retratar o que era possível incorporar ao sistema", disse Elluswamy.

O engenheiro afirmou ainda que o carro estava dirigindo em uma rota pré-determinada e que os motoristas assumiram o controle do veículo. Ashok afirmou também que em uma das tentativas de mostrar a capacidade do Model X, o veículo bateu em um estacionamento da Tesla.

A empresa não respondeu os pedidos de comentário da publicação. Em seu site, a empresa alerta que "até que os carros verdadeiramente autônomos sejam validados e aprovados pelos reguladores, os motoristas são responsáveis e devem permanecer no controle de seus carros o tempo todo".

A Tesla recentemente anunciou uma atualização do modo "Full Self-Driving", ou "Auto Direção Completa", para todos modelos da montadora. Horas após o anúncio, um Tesla freou inesperadamente em uma rodovia de alto movimento e foi responsável pelo engavetamento de oito veículos.