Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.512,38
    +480,38 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.801,68
    +163,28 (+0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,00
    +0,47 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.790,20
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    23.914,78
    -186,24 (-0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    569,15
    -2,76 (-0,48%)
     
  • S&P500

    4.305,20
    +8,06 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.152,01
    +239,61 (+0,71%)
     
  • FTSE

    7.536,06
    +26,91 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    19.830,52
    -210,38 (-1,05%)
     
  • NIKKEI

    28.868,91
    -2,89 (-0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.647,00
    -11,25 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2320
    +0,0535 (+1,03%)
     

Engajamento do feed do Instagram caiu pela metade após o Reels, aponta estudo

O engajamento médio de posts tradicionais do feed do Instagram diminuiu 44% desde 2019. É o que mostra o estudo conduzido pela empresa de marketing Later após análise de 81 milhões de postagens no Instagram, sem incluir o formato Reels e conteúdo do IGTV, entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2022.

Há cerca de três anos, a taxa média de engajamento das fotos e vídeos do feed era de 5,6%, ou seja, a cada 100 seguidores seis comentariam, curtiriam ou compartilhariam o conteúdo. No final de 2021, o percentual caiu para 2,9%, praticamente metade do que era antes.

Quando o Reels chegou, o engajamento dos outros formatos despencou (Imagem: Reprodução/Later)
Quando o Reels chegou, o engajamento dos outros formatos despencou (Imagem: Reprodução/Later)

Segundo o levantamento, as postagens de vídeo no feed foram as que apresentaram maior declínio ano a ano na média, enquanto conteúdos em carrossel se mantiveram com a menor variação. Na prática, é melhor publicar múltiplas fotos do que somente uma ou de um vídeo tradicional — atualmente, todos os vídeos passaram a ser considerados Reels, por isso é impossível comparar.

Reels tem maior engajamento

O declínio pode ser notado principalmente após o lançamento do Instagram Reels, em agosto de 2020, quando a plataforma passou a impulsionar os vídeos curtos para competir com o TikTok. Introduzido como uma prioridade no app, o Reels tomou para si a maior parte do engajamento, enquanto as outras publicações foram deixadas em segundo plano pelo algoritmo da plataforma.

De lá para cá, o Instagram continua a fazer constantes ajustes na interface para priorizar ainda mais os Reels. O formato retangular, o teste com o visual em tela cheia (16:9), a transformação automática de vídeos do feed em Reels, tudo isso é parte de uma estratégia para competir com o rival chinês — mas fez com que os outros formatos fossem suprimidos, conforme a análise da Later.

O feed tradicional apresentou queda acentuada após o Reels (Imagem: Reprodução/Later)
O feed tradicional apresentou queda acentuada após o Reels (Imagem: Reprodução/Later)

A empresa organizadora do estudo fez um teste no próprio perfil e descobriu os posts do feed tinham uma taxa média de engajamento de 2% em 2020. Quando decidiram incorporar o Reels na estratégia de mídia social naquele ano, o percentual cresceu para 9%.

O que é taxa de engajamento?

Taxa de engajamento é calculada ao somar o número total de interações (curtidas, comentários, cliques em links, compartilhamentos e salvamentos) nos posts e dividir pelo total de seguidores da conta. Esse resultado vai apresentar um número com casas decimais que pode ser multiplicado por 100 para se descobrir a porcentagem.

Essa é uma das métricas mais importantes para marcas e influenciadores, porque funcionam como um termômetro para descobrir se uma campanha teve êxito ou precificar o serviço de divulgação. Em geral, quanto maior a taxa de engajamento, maior a capacidade daquele perfil de influenciar os seguidores.

Se alguém ainda tinha dúvida, o recado está dado: para bombar no Insta de 2022 é preciso fazer vídeos curtos. O Instagram foca em apresentar cada vez mais recursos voltados para o Reels, como o formato em tela cheia que será expandido para mais pessoas. A plataforma também já testa permitir o uso de reações com vídeos a posts no formato, para incentivar ainda mais a produção de conteúdos inéditos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos