Mercado fechado

Enfermeira é suspensa por retirar equipamento contra Covid-19 para transar com paciente infectado

·1 minuto de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Uma enfermeira foi suspensa após admitir ter retirado o equipamento de proteção contra Covid-19 para ter relações sexuais com um paciente infectado no banheiro do hospital em que trabalhava. O caso aconteceu na Indonésia e foi relatado pelo jornal britânico The Sun.

As autoridades descobriram a infração depois que o paciente publicou em suas redes sociais as conversas “apimentadas” que manteve com a enfermeira, além de uma foto com itens do equipamento de proteção da mulher pelo chão do banheiro.

Leia também

Ambos admitiram os encontros sexuais nas instalações de quarentena Wisma Atlet em Jacarta. O local funcionava como uma espécie de Vila Olímpica na capital indonésia, mas foi transformado em hospital de campanha para tratamento da Covid-19.

Não bastasse a suspensão da enfermeira, o casal foi detido e denunciado por violar as rigorosas leis do país contra pornografia. Se condenados, poderão pegar até 10 anos de prisão.

Ambos foram colocados em isolamento por tempo indeterminado e realizaram novos testes para coronavírus. O paciente voltou a apresentar resultado positivo, enquanto a enfermeira testou negativo.