Mercado fechará em 2 h 37 min
  • BOVESPA

    109.561,20
    +1.547,73 (+1,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,56
    -24,67 (-0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,63
    +0,67 (+0,77%)
     
  • OURO

    1.845,50
    +2,30 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    43.209,49
    +1.361,00 (+3,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,88
    +32,62 (+3,28%)
     
  • S&P500

    4.589,47
    +56,71 (+1,25%)
     
  • DOW JONES

    35.409,79
    +381,14 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.577,18
    -12,48 (-0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.291,75
    +258,25 (+1,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1277
    -0,0397 (-0,64%)
     

Energias renováveis ​​dominarão nova capacidade de energia até 2026, diz IEA

·2 min de leitura
Joe Biden caminha em frente a painéis solares

Por Noah Browning

LONDRES (Reuters) - As energias renováveis ​​devem responder por quase 95% do aumento da capacidade de energia no mundo até 2026, informou relatório da Agência Internacional de Energia (IEA) nesta quarta-feira, com a energia solar fornecendo mais da metade do incremento.

O marco ocorre apesar do aumento dos custos dos materiais usados ​​na fabricação de painéis solares e turbinas eólicas.

A nova capacidade de energia renovável este ano atingirá um segundo recorde consecutivo em 2021, disse o órgão de energia com sede em Paris em seu relatório anual sobre o mercado de energias renováveis.

"As adições recordes de eletricidade renovável deste ano de 290 gigawatts são mais um sinal de que uma nova economia global de energia está emergindo”, disse o diretor executivo da IEA, Fatih Birol.

"Os altos preços das commodities e da energia que vemos hoje representam novos desafios para a indústria de energias renováveis, mas os preços elevados dos combustíveis fósseis também tornam as energias renováveis ​​ainda mais competitivas.”

A capacidade de eletricidade renovável até 2026 será igual à atual capacidade total de energia global de combustíveis fósseis e energia nuclear juntas, acrescentou a AIE.

Políticas governamentais e metas climáticas mais robustas, promovidas por promessas na conferência COP26 em Glasgow no mês passado, estão impulsionando os aumentos, mas o ritmo de crescimento das energias renováveis ​​precisa acelerar para limitar os aumentos de temperatura, disse a AIE.

A China lidera o mundo em nova capacidade e está quatro anos à frente de suas próprias metas de infraestrutura eólica e solar, enquanto a Índia dobrará as novas instalações de 2015-2020.

"A China continua demonstrando seus pontos fortes em termos de energia limpa, com a expansão das energias renováveis ​​sugerindo que o país pode atingir um pico em suas emissões de CO2 bem antes de 2030", disse Birol.

Ainda assim, a IEA alertou que nos próximos cinco anos, as adições médias anuais de capacidade solar e eólica precisariam quase dobrar em relação às previsões atuais da agência para atingir emissões líquidas zero até 2050, enquanto o crescimento da demanda anual por biocombustíveis precisaria quadruplicar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos