Mercado fechado

Energia usada pela rede do Bitcoin cai drasticamente após queda nos preços

Bitcoin está em um movimento de queda em seu valor, já tendo caído de US$ 69 mil para US$ 20 mil
Bitcoin está em um movimento de queda em seu valor, já tendo caído de US$ 69 mil para US$ 20 mil
  • Níveis teriam retornado ao que eram há cerca de 1 ano atrás;

  • Bitcoin está em um movimento de queda em seu valor, já tendo caído de US$ 69 mil para US$ 20 mil;

  • Estimativas são de duas fontes independentes, o portal Digiconomist e o pesquisadores de Cambridge.

O consumo de energia da blockchain usada pelo Bitcoin caiu drasticamente após a recente queda nos preços, aponta o site Digiconomist, que realiza o acompanhamento do uso de eletricidade da criptomoeda.

De acordo com os números divulgados pelo site, o consumo de energia elétrica caiu para níveis não vistos há mais de um ano. Em uma determinada semana de junho o gasto energético caiu cerca de um terço.

Coincidentemente, neste mesmo período de tempo, o preço da criptomoeda caiu dos US$ 30 mil para próximo dos US$ 20 mil, sendo uma das quedas mais rápidas já vistas para o ativo. O movimento de queda acontece desde novembro do ano passado, quando a moeda valia aproximadamente US$ 69 mil.

Já o Cambridge Bitcoin Electricity Consumption Index, da Universidade de Negócios de Cambridge, estima uma queda de 25% no consumo elétrico do Bitcoin, retornando para níveis similares aos de agosto do ano passado.

O Bitcoin vem sendo criticado nos últimos anos por parte de ambientalistas e autoridades governamentais pela quantidade de energia requerida para a operação de sua rede. Para comparação, o gasto energético da blockchain é equiparável ao de países como a África do Sul, Romênia, ou até mesmo da Noruega, a depender do momento analisado.

Estudos demonstram que, enquanto o Bitcoin é usado por uma parcela mínima da população mundial, sistemas de pagamentos como as redes da Visa ou da Mastercard são capazes de gerenciar um número muito maior de transações com quantidades muito menores de energia. Cálculos revelam que para registrar uma única transação de Bitcoin, é utilizada a mesma energia de 330 mil transações de cartões de crédito.

Em abril deste ano, o Greenpeace pediu aos participantes da rede Bitcoin que mudassem seus sistemas de comprovação de prova de trabalho para prova de participação como forma de reduzir o gasto energético.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos