Mercado fechado

Energia: Rússia aumenta oferta de gás natural; OPEP corta previsão de demanda de petróleo

·3 min de leitura

Nos últimos dias, os preços do gás natural e petróleo caíram por questões relacionadas à oferta e demanda.

Os contratos futuros de gás natural holandês, referência europeia, caíram até 12%, para € 64,14 por megawatt-hora, depois que dados da estatal russa de energia Gazprom PJSC mostraram que os fluxos para a Europa via Ucrânia e Polônia aumentaram na quarta-feira.

Já em relação ao petróleo, temos o Relatório Mensal do Mercado de Petróleo (MOMR) da OPEP, que estimou um crescimento menor da demanda de petróleo neste ano. A nova projeção veio com corte de 16 mil barris por dia (bpd), a 5,7 milhões de bpd. 

As revisões foram fruto sobretudo de expectativa menor pelo consumo na China e Índia no terceiro trimestre deste ano.

Gás natural despenca com aumento de fluxos da Rússia

Os preços do gás natural na Europa despencaram ao longo da semana após sinais de que  os fluxos de gás russo para a Europa estavam aumentando frente ao cenário esperado de um forte inverno com oferta restrita e altos custos de energia.

De acordo com Will Horner, repórter de commodities da Dow Jones, “atualmente, há  sinais provisórios de que a Rússia está enviando mais gás. Espera-se que mais de 94 milhões de metros cúbicos de gás natural passem por um importante posto de controle na rede de gasodutos da Europa na fronteira da Eslováquia com a Ucrânia na quarta-feira.” 

“Isso marcaria um aumento de aproximadamente 85 milhões de cúbicos metros na terça-feira e 75 milhões de metros cúbicos na segunda-feira, de acordo com dados da EUStream, que opera o sistema de transmissão de gás da Eslováquia.”

Como a estação de aquecimento começou, um suprimento adicional é necessário na Europa, com os estoques de gás no menor nível em uma década. 

Em outubro, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que a Gazprom aumentaria os fluxos para a Europa depois que os estoques domésticos da Rússia estivessem completos.

Em nota, o Goldman Sachs acredita que a Rússia “provavelmente aumentará os fluxos  para o noroeste da Europa a partir desta semana, até certo ponto”. 

Porém,  o banco não espera uma normalização total imediata dos fluxos. “Acreditamos que a destruição da demanda induzida pelo preço permanece necessária para equilibrar o armazenamento nos próximos meses.”

OPEP corta previsão da demanda global de petróleo para 2021

A OPEP cortou sua estimativa para a demanda de petróleo neste trimestre em 330.000 barris de petróleo por dia (bpd). 

Com isso, a expectativa de demanda global para 2021 ficou em 99,49 milhões de bpd, abaixo dos 99,82 milhões bpd projetados no mês passado.

A organização, no entanto, deixou suas estimativas de 2022 inalteradas em relação a outubro. 

Neste caso, ainda é esperado que a demanda global de petróleo cresça 4,2 milhões de bpd no próximo ano em comparação com 2021. 

No próximo ano, é esperado que a demanda média global de petróleo exceda os níveis pré-COVID.

A demanda total de petróleo em 2022 está estimada agora em 100,6 milhões de bpd. Isso seria cerca de 500.000 bpd acima dos níveis de 2019.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos