Mercado fechará em 4 h 40 min
  • BOVESPA

    113.204,44
    -1.443,55 (-1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.624,49
    -173,89 (-0,33%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,09
    +0,81 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.770,30
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    61.916,69
    +1.003,63 (+1,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.447,77
    -3,86 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.465,40
    -5,97 (-0,13%)
     
  • DOW JONES

    35.149,01
    -145,75 (-0,41%)
     
  • FTSE

    7.187,37
    -46,66 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.146,50
    +12,00 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4181
    +0,0143 (+0,22%)
     

Enem 2021: terminam hoje inscrições para pessoas privadas de liberdade

·1 minuto de leitura

Termina hoje (24) o prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade ou jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade, o Enem PPL 2021. As provas serão aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022.

As inscrições devem ser feitas no site do Inep pelo responsável pedagógico da unidade prisional ou socioeducativa.

O responsável pedagógico é o encarregado por acompanhar todas as etapas do exame até a divulgação dos resultados. Entre as obrigações estão solicitar atendimento especializado e tratamento pelo nome social para os participantes que precisarem. O prazo para essas solicitações também acaba hoje.

Senha de acesso

Também cabe ao responsável pedagógico manter, sob sua guarda e sigilo, a senha de acesso ao sistema e os números de inscrição e de Cadastro de Pessoa Física (CPF) dos participantes. Os dados são indispensáveis para o acompanhamento do processo de inscrição e a obtenção dos resultados individuais.

O Enem PPL tem o mesmo nível de dificuldade do Enem regular. A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órgãos de administração de cada estado e do Distrito Federal.

O exame é aplicado desde 2010 pelo Inep, em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Além de permitir o acesso ao ensino superior, o Enem PPL visa contribuir para elevar a escolaridade da população prisional brasileira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos