Mercado abrirá em 3 h 21 min
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,82
    -0,22 (-0,31%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +18,30 (+1,03%)
     
  • BTC-USD

    37.641,14
    -1.710,33 (-4,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,00
    -35,88 (-3,70%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.113,88
    -39,55 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.195,50
    +30,00 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0129 (+0,22%)
     

Enel dá desconto de 40% para conta de luz atrasada há seis meses

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Enel Distribuição São Paulo, concessionária de energia elétrica que atua em 24 municípios da Grande SP, informou nesta quinta-feira (20) que está oferecendo 40% de desconto para pagamento à vista de contas de luz vencidas há mais de 180 dias.

A negociação extraordinária, oferecida pela companhia nesse momento de pandemia de Covid-19, vai até 1º de junho e é válida para todas as classes de consumo, inclusive os clientes industriais e comerciais.

O objetivo da ação é facilitar o pagamento dos débitos pelos consumidores inadimplentes, possibilitando que voltem a ficar regularizados com a concessionária.

Segundo a companhia, a negociação para pagar o débito e conseguir o desconto de 40% pode ser feita online, no site da concessionária de energia elétrica. Os clientes também podem negociar os débitos pela Central de Atendimento, no telefone 0800-7272120 ou presencialmente, nas lojas de atendimento (por meio de agendamento prévio pelo link: https://www.enel.com.br/pt-saopaulo/agende-seu-atendimento-presencial0.html.

"Estamos vivendo um momento desafiador, e a concessionária decidiu flexibilizar sua forma de negociação dos débitos de seus clientes", diz Márcia Sandra Vieira Silva, diretora de mercado da Enel Brasil.

Em nota à reportagem, a Enel informou que, pela regra geral, o prazo para suspensão de fornecimento de energia por inadimplência é de até 90 dias a partir da data de vencimento da fatura.

Porém, pelo atual momento, a concessionária informou que os cortes estão suspensos, inclusive para clientes de baixa renda cadastrados na TSSE (Tarifa Social de Energia Elétrica).

"Essa resolução, que trata dos 90 dias e da vedação para pessoas de baixa renda, tem vigência até 30 de junho de 2021", informa a companhia em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos