Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.777,83
    -281,36 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Encomendas à indústria alemã caem em março com demanda menor por guerra na Ucrânia

Pôster mostrando linha de produção com robôs em feira de comércio de Hanover, Alemanha

BERLIM (Reuters) - As encomendas à indústria da Alemanha caíram mais do que o esperado em março, devido principalmente à redução nos pedidos do exterior, já que a guerra na Ucrânia atingiu a demanda na maior economia da Europa, mostraram dados nesta quinta-feira.

Os pedidos de bens industriais caíram 4,7% no mês em termos dessazonalizados, após uma queda revisada para cima de 0,8% em fevereiro, mostraram dados do Escritório Federal de Estatísticas.

O número de março representa a queda mensal mais acentuada desde outubro passado, disse o órgão. Uma pesquisa da Reuters com analistas apontava queda de 1,1%.

As encomendas estrangeiras caíram 6,7% em março em relação ao mês anterior, informou o escritório.

O Ministério da Economia disse que os dados mostram o impacto considerável da guerra na Ucrânia na indústria, uma vez que a crescente incerteza afeta a demanda predominantemente em países fora da zona do euro.

"As perspectivas para os próximos meses estão atualmente moderadas", disse o ministério.

Analistas viram os dados como mais um sinal de que a Alemanha pode estar caminhando para uma recessão. "A economia alemã está programada para uma desaceleração", disse Thomas Gitzel, economista-chefe do VP Bank, apontando para uma queda nas exportações também em março.

(Por Rachel More)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos