Encarnación, a nova "pérola" do turismo no Paraguai

Assunção, 16 fev (EFE).- Encarnación, a terceira cidade econômica do Paraguai, situada ao sul de Assunção e contígua com a cidade argentina de Posadas, se transformou nesta temporada de férias de verão na "pérola" do turismo deste país sul-americano.

Os hotéis abarrotados e as residências que servem como hospedagens não são suficientes para abrigar os cerca de 50 mil visitantes.

Conhecida como a "Pérola do Sul" e que em 25 de março celebrará 398 anos de fundação, Encarnación passou de polo de comércio a destino de veraneio dos paraguaios e alguns turistas, principalmente da Argentina.

Localizada a 370 quilômetros de Assunção, essa próspera cidade abriga uma série de fatores que a tornam única no país, como sua costa, na ribeira do Rio Paraná, fronteira natural entre Encarnación e Posadas.

A faixa litorânea, aberta há um ano e meio, é dotada de passeios pedestres e áreas de recriação, abrange 27 quilômetros e abriga três praias de areia branca, nas quais os aldeões e turistas buscam aproveitar o intenso calor.

A Costa de Encarnación foi construída no marco dos trabalhos complementares do aumento da cota do reservatório da represa hidrelétrica de Yacyretá, administrada por Paraguai e Argentina.

Para fazer o reservatório, foi necessário derrubar edifícios emblemáticos de mais de três séculos de vida, o que gerou uma série de críticas e reivindicações por parte de grupos civis que protestaram dizendo que os prédios eram patrimônio da cidade.

A diretora de turismo do município de Encarnacion, Verónica Stefani, disse à Agência Efe que essa transformação abriu passagem a uma nova cidade que contra com uma infraestrutura surpreende e atrai turistas, já que o resto do país não conta com esse tipo de projetos.

O auge de Encarnación também foi motivado pela falta de outros centros de veraneio no país e pelo fechamento, devido à contaminação das águas, de vários balneários.

Esse é o caso do emblemático lago Ypacaraí, fechado pelas autoridades desde setembro diante da grave poluição por algas tóxicas e outros resíduos detectados.

O Ypacaraí, imortalizado em música por Julio Iglesias, abrange as localidades de San Bernardino, Areguá e Ypacaraí, antigos e principais pontos de encontro do verão.

Outro dos atrativos nestes meses é o "Carnaval da Encarnación", que é realizado desde 1916 e que se transformou no epicentro das celebrações no Paraguai.

"A nossa alta temporada ocorre, principalmente, nos quatro fins de semanas nos quais acontece o carnaval. O povo respondeu maciçamente com alegria e loucura nestes quatro fins de semanas de festas", declarou a encarregada de turismo.

Verónica lembrou que Encarnación também conta com pontos históricos e museus que guardam os vestígios da passagem das missões da Companhia de Jesus pela região, assim como restaurantes e fazendas rurais que oferecem o melhor da gastronomia local.

Encarnación registra diariamente a entrada de cerca de 23 mil pessoas provenientes da Argentina através da ponte San Roque González de Santa Cruz, que passa sobre o Paraná, das quais cerca de três mil pernoitam nos hotéis e hospedagens da cidade, segundo resenhou Verónica.

Quanto às rendas no setor turístico, Verónica comentou que, de acordo com as projeções, espera arrecadar nesta temporada - que se iniciou em dezembro e será concluída no final de março - cerca de US$ 80 milhões.

"É um número muito importante que serve para dinamizar a região", destacou Verónica, que convidou os turistas a darem um passeio pela nova "pérola" do turismo paraguaio. EFE

Carregando...