Empresas de telecom querem criar rede pan-europeia, diz "Financial Times"

Londres, 9 jan (EFE).- Os executivos das grandes empresas de telecomunicações da Europa avaliam a criação de uma rede de infraestrutura pan-europeia a fim de unir os fragmentados mercados nacionais do continente, informa nesta quarta-feira o "Financial Times" (FT).

Segundo o jornal de economia, a ideia surgiu em reunião privada entre o comissário europeu para a concorrência, Joaquín Almunia, e os diretores dos maiores grupos europeus, incluindo Deutsche Telekom, France Telecom, Telecom Italia e Telefónica.

De acordo com fontes familiarizadas aos diálogos, os participantes saíram da reunião com a intenção de explorar essa ideia, devido às frustrações pelo fato de que o mercado europeu impede a possibilidade de uma concorrência, acrescenta o rotativo.

Os executivos das empresas, que dominam o mercado da União Europeia (UE) através de várias subsidiárias nacionais, enfrentam os problemas financeiros do continente e têm pela frente novos desafios de grupos rivais que utilizam suas redes.

As empresas manifestaram uma "profunda sensação de frustração e concordaram em apresentar ideias construtivas sobre como poderia funcionar um mercado europeu", disse ao veículo uma pessoa ligada à reunião.

Segundo o "FT", estabelecer uma ampla rede europeia poderia significar enfrentar obstáculos tecnológicos, dada as diferenças em infraestrutura e regras nacionais.

No entanto, permitiria estar mais alinhado com os mercados dos Estados Unidos e da China, além de benefícios aos consumidores.

O jornal afirma que Almunia tem sido firme diante das fusões nacionais que reduzem a concorrência, mas se mostrou a favor da abertura de fronteiras, que poderia ajudar o mercado único europeu. EFE

vg/tr

Carregando...