Mercado abrirá em 7 h 38 min
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,91
    -0,14 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.789,00
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    50.396,02
    -785,21 (-1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.303,78
    -17,50 (-1,32%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.954,91
    -28,75 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.886,47
    +430,87 (+1,51%)
     
  • NASDAQ

    16.406,25
    +88,25 (+0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3521
    +0,0124 (+0,20%)
     

Empresas no Reino Unido prometem vetar soja de áreas desmatadas

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- Quase 30 empresas, como a rede de supermercados britânica J Sainsbury, a suíça Nestlé e a francesa Danone, estão apoiando uma iniciativa do Reino Unido para barrar exportações de soja de áreas desmatadas.

Most Read from Bloomberg

Um total de 27 empresas assinou o Manifesto da Soja do Reino Unido, um novo compromisso da indústria para garantir que os embarques físicos de soja para o país não sejam cultivados em áreas onde árvores foram cortadas ou a vegetação nativa convertida em terras agrícolas após janeiro de 2020. A iniciativa, lançada na terça-feira com o apoio da consultoria britânica Efeca, segue esforços semelhantes na Europa. O financiamento inicial foi fornecido pela rede de supermercados Tesco e pelo World Wildlife Fund.

As empresas, que também incluem a unidade britânica da Pilgrim’s Pride, McDonald’s e KFC, respondem por 60% das importações de soja do Reino Unido, segundo comunicado publicado no site da Efeca. O consumo anual de soja britânico soma cerca de 3,5 milhões de toneladas. Os signatários também concordaram em divulgar publicamente os avanços e exigir que seus fornecedores adotem tais compromissos.

O desmatamento e a mudança no uso da terra como resultado da expansão agrícola respondem por 23% das emissões globais de gases de efeito estufa, e commodities como soja, carne bovina, óleo de palma e madeira são os principais impulsionadores globais, de acordo com o site da iniciativa.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos