Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,57
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.753,80
    -41,00 (-2,28%)
     
  • BTC-USD

    47.566,36
    -686,02 (-1,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.505,50
    +1,50 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1845
    -0,0115 (-0,19%)
     

Empresas interrompem uso da hidrovia Tietê-Paraná; DH ainda vê navegação possível

·2 minuto de leitura

Por Gabriel Araujo

SÃO PAULO (Reuters) - As empresas que realizam transportes por meio da hidrovia Tietê-Paraná decidiram interromper as atividades no local a partir do último final de semana em meio à grave crise hídrica enfrentada pelo país, embora o Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH) ainda veja possibilidade de navegação pela região.

Segundo o DH, a decisão das companhias pela paralisação do transporte ocorreu após alerta do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que já em maio havia antecipado a necessidade de interrupção das atividades para preservação dos recursos hídricos para a geração de eletricidade.

O departamento, por sua vez, disse ter defendido uma redução gradativa dos calados e das ondas de vazão para permitir a navegação e o escoamento de grãos pela rota. De acordo com o DH, a hidrovia ainda é navegável e as ondas de vazão serão mantidas até terça-feira.

"As empresas que fazem o transporte pela hidrovia decidiram parar..., mas o DH entende que ainda é possível navegar na hidrovia Tietê com o calado atual 2,40 metros", disse o departamento em nota enviada à Reuters.

Para o órgão, a redução do calado definida em conjunto com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) tornaria a navegabilidade mais difícil, mas manteria a possibilidade de navegação, com exceção do trecho de Nova Avanhandava.

A paralisação do transporte pela hidrovia Tietê-Paraná representa um baque para o escoamento da produção agrícola do Brasil, especialmente de soja, milho e cana-de-açúcar.

Segundo dados do DH, a hidrovia foi responsável pelo transporte de 6,16 milhões de toneladas de produtos em 2020 e vinha ampliando as movimentações neste ano --apenas entre janeiro e maio deste ano, registrou o transporte de 2 milhões de toneladas, mais que o dobro em relação a igual período do ano passado.

"Por meio do DH, órgão da Secretaria de Logística e Transportes, o Governo do Estado continuará trabalhando e monitorando os índices", acrescentou o departamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos