Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.294,41
    +4.015,62 (+7,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Empresas ampliam foco nas finanças do trabalhador nos EUA

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os empregadores estão ampliando as formas de apoiar as necessidades financeiras atuais e futuras de seus trabalhadores, de acordo com um novo estudo do Bank of America.

Most Read from Bloomberg

Cerca de 95% dos empregadores agora relatam sentir um senso de responsabilidade pelo bem-estar financeiro de seus trabalhadores, contra 81% em 2015. Um número maior de empregadores está oferecendo programas de bem-estar financeiro aos funcionários, com 46% agora fazendo isso, contra 40% no ano passado, segundo o estudo, divulgado na quarta-feira.

Mais empresas estão oferecendo benefícios para “cobrir todos os aspectos da vida de um funcionário a longo prazo”, incluindo saúde física, mental e financeira, Kevin Crain, chefe de liderança inovadora para soluções de aposentadoria e riqueza pessoal no Bank of America, disse em entrevista. Quase 1.400 funcionários e 834 empresas em todo o país foram entrevistados do final de dezembro até o início de fevereiro para o estudo.

“O bem-estar financeiro não é mais apenas uma frase, é uma realidade”, disse Crain. A educação é uma grande parte do esforço, com mais de dois em cada cinco empregadores agora oferecendo acesso a consultores financeiros e outros programas para desenvolver bons hábitos financeiros, mostram os resultados da pesquisa.

Embora os benefícios já estivessem sendo aprimorados antes da Covid-19, a pandemia acelerou os esforços das empresas para fornecer aos funcionários acesso imediato a fundos de emergência, disse Crain. Durante a crise de saúde, os trabalhadores começaram a retirar fundos de suas contas de aposentadoria em números nunca vistos anteriormente, forçando os empregadores a oferecer alternativas, disse ele.

“O papel dos benefícios no local de trabalho e dos programas de bem-estar na melhoria da qualidade de vida dos funcionários é mais importante do que nunca, e é encorajador ver melhora de bem-estar entre os funcionários em meio à pandemia,” Lorna Sabbia, chefe de soluções de aposentadoria e riqueza pessoal do Bank of America, com sede em Charlotte, Carolina do Norte, disse em comunicado.

As áreas agora cobertas pelos programas de bem-estar financeiro dos empregadores incluem economia para a faculdade, gerenciamento de dívidas e planejamento de custos com saúde, de acordo com o estudo.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos