Mercado fechará em 5 h 55 min

Empresário paranaense é único bilionário candidato a prefeito em 2020

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura
João Carlos Ribeiro, candidato a prefeito de Pontal do Paraná
João Carlos Ribeiro, candidato a prefeito de Pontal do Paraná

Entre os candidatos a prefeito das eleições de 2020, apenas um é bilionário: João Carlos Ribeiro, empresário do ramo de infra-estrutura e investidor de 79 anos. Ele disputa a cadeira do Executivo de Pontal do Paraná, a 100 quilômetros de Curitiba.

Ribeiro declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) patrimônio avaliado em 1,5 bilhão e 725 mil reais, com bens que incluem um jet ski de R$ 14 mil, um Land Rover de R$ 399 mil, obras de arte avaliadas em R$ 4,2 milhões e quatro apartamentos, incluindo um no exterior. O mais caro, na capital do estado, custa R$ 2,2 mi.

Leia também

Segundo reportagem da revista Época, a maioria de seu dinheiro está alocada em fundos de longo prazo de bancos privados (o maior deles tem R$ 1,15 bilhão). Os ativos incluem também ações de empresas como Vale do Rio Doce e Carrefour, além de 57 milhões em participações em empresas no exterior e 306 milhões em ações de sua empresa de infraestrutura portuária e energética, a J.C.R, que tem sede em Curitiba e atua como holding de investimentos em empresas de médio e grande porte.

“Achei que agora, com minhas atividades empresariais bem encaminhadas, boa saúde e tranquilo na vida, eu poderia fazer algo diferente pela comunidade. É o meu maior, e talvez último, desafio”, afirmou Ribeiro à publicação.

De acordo levantamento do portal G1, ele é o único bilionário nas eleições de 2020 no país, que tem 2% de candidatos milionários e 39% que declararam não possuir nenhum bem sequer.

O bilionário nega ter se candidatado para enriquecer ainda mais e pretende não se reeleger, caso vença no pleito de 15 de novembro.

“Não tenho pretensão de continuar daqui a quatro anos e talvez nem tenha saúde para tanto”, disse. “Estou abstraindo minha vida particular dessa proposta de vida pública. Eu não preciso do município, obviamente, para nada”, prosseguiu. “Sou um homem feito e que posso viver minha vida com tranquilidade, assim como meus filhos e netos. Mas acredito que os empresários, que são homens bem sucedidos, podem fazer coisas fantásticas para o desenvolvimento do país.”