Mercado abrirá em 1 h 39 min

Empresário admite torcida de Cirino pelo Corinthians, mas...

Cirino vai deixar o Athletico no fim do Brasileiro (Bruno Ulivieri/AGIF)

Marcelo Cirino é torcedor do Corinthians e balançou com a possibilidade de jogar no time do coração. Mas, ao que tudo indica, ainda não será em 2020 que o Timão o terá como mais um louco do bando. Tudo por causa de uma proposta do Chongqing Lifan, da China.

“É o contrato da vida dele. Literalmente, um negócio da China”, revela Pablo Miranda, empresário de Cirino. “Mas ainda faltam alguns detalhes”, acrescenta Miranda. Um desses detalhes é o tempo de contrato - o atacante quer um vínculo longo, de olho na independência financeira.

Corintiano como toda sua família, Cirino ficará livre em 40 dias, quando acaba seu contrato com o Athletico. A possibilidade de defender seu time de infância chegou a balançá-lo. Mas, diante das cifras oferecidas pelos chineses, a assinatura com o Corinthians terá de ficar para o futuro.

O Chongqing Lifan é o clube chinês há mais tempo interessado em Cirino. Outros chegaram a procurá-lo, mas não conseguiram avançar. Vice-artilheiro do Athletico em 2019, o atacante tem dado preferência ao Lifan.

O mais curioso é que Cirino nasceu em Maringá, região do Paraná repleta de torcedores de times paulistas. “Ele sempre disse para as pessoas mais próximas que é corintiano”, explica Miranda. “Mas a proposta da China é o melhor contrato da vida dele”, finaliza.