Mercado abrirá em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,79
    -0,63 (-0,76%)
     
  • OURO

    1.787,10
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    66.382,04
    +2.392,33 (+3,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.561,78
    +80,98 (+5,47%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.196,39
    -26,71 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.349,25
    -28,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4485
    -0,0711 (-1,09%)
     

Empresa vai trazer pagamentos com Bitcoin em lojas do Brasil

·2 minuto de leitura
Expectativa é poder atender 100 vezes mais usuários brasileiros. Foto: Getty Images.
Expectativa é poder atender 100 vezes mais usuários brasileiros. Foto: Getty Images.
  • CoinPayments movimentou mais de R$ 210 milhões no início deste ano

  • Mais de 1 mil lojistas foram atendidos em 2020

  • Expectativa é poder atender 100 vezes mais usuários brasileiros

A multinacional de pagamentos CoinPayments chegou ao Brasil há pouco tempo no Brasil, mas já quer movimentar o segmento com inovação. Isto porque a empresa pretende introduzir no mercado alguns serviços de transações que usem criptomoedas, entre elas o Bitcoin.

A CoinPayments, que já atua em mais de 200 países, vê no Brasil um mercado promissor para o uso de criptoativos — o país é responsável por cerca de 40% das movimentações financeiras feitas pela companhia na América Latina. Com usuários estrangeiros como a varejista Shopify e a americana Overstock, a processadora de pagamentos teve um montante de mais de R$ 390 milhões transacionados em mais de 1 mil lojas brasileiras em 2020.

Leia também:

Além disso, já nos primeiros meses de 2021, o crescimento do número total de processamentos de pagamentos foi de 400%. O aumento representou quase R$ 210 milhões em transações.

Com mais de 2 mil criptoativos aceitos na plataforma da CoinPayments, o cliente brasileiro vai ter a facilidade de fazer seus pagamentos através de boletos, cartões ou criptomoedas. Ao usar a opção de ativos digitais, o próprio software da empresa já faz a conversão dos valores para o real. Por exemplo, se um cliente quisesse comprar hoje um smartphone que custa R$ 1,5 mil, poderia pagar com 0,0063 Bitcoin.

Ainda sem nome divulgado, uma provedora de pagamentos deve fechar parceria com a CoinPayments nos próximos dias. A intenção com o acordo é aumentar em cerca de cem vezes o número de clientes atendidos no Brasil.

As informações são da Forbes Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos