Mercado abrirá em 7 h 51 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,95
    +0,66 (+0,94%)
     
  • OURO

    1.761,70
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    42.386,88
    -3.338,43 (-7,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.058,66
    -75,72 (-6,68%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.022,12
    -77,02 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    29.947,27
    -552,78 (-1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.085,50
    +76,00 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Empresa usa bitucas de cigarro para criar recheio para ursos de pelúcia

·3 minuto de leitura

Algum dia você já parou para pensar o que é feito com as bitucas de cigarro descartadas por aí? As pessoas fumam e simplesmente jogam fora o resto, afinal ele não tem nenhuma utilidade prática. Mas uma startup tenta mudar isso ao usar a pontinha dos cigarros para encher ursinhos de pelúcia, almofadas e travesseiros.

O objetivo é chamar a atenção para a importância da reciclagem de um produto descartado pela sociedade. As pontas de cigarro são compostas por um filtro, que sobra como resíduo após a conclusão do fumo, o que, segundo dados do site FreeThink, gera cerca de 4,5 trilhões de unidades descartadas anualmente.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Algumas companhias criam esses filtros com algodão biodegradável, o que ajudaria a transformá-los de modo mais rápido, mas a maioria usa algum material plástico que leva até 10 anos para se desfazer. Durante esse tempo, as bitucas ainda liberam nicotina, fumo e outros produtos químicos nos locais onde elas são depositadas: meio ambiente, água ou solo.

Processo de reciclagem

Você pode estar pensando: se a bituca libera nicotina no solo, ela não faria o mesmo no urso ou no travesseiro? O cheiro de cigarro não seria incômodo para as pessoas? Para resolver isso, a empresa chamada CODE Effort, responsável por essa iniciativa, trabalha com um processo exclusivo de reciclagem para remover resíduos e reaproveitar materiais.

Primeiro, os trabalhadores extraem o fumo e o papel que sobrou do cigarro e isso é vendido como compostagem aos fazendeiros. O filtro de plástico restante é triturado e tratado com produtos químicos 100% biodegradáveis, conforme garante a companhia. A partir daí, o resultado é lavado, secado e misturado a um material similar ao algodão, usado tradicionalmente por empresas como enchimento para pelúcias e almofadas.

Veja alguns dos produtos da CODE Effort resultantes da transformação:

Empreendedores se assustaram após festa

A ideia dos objetos recheados veio após os fundadores da empresa participarem de uma festa. “Olhamos para os dois cinzeiros que enchemos em poucas horas e nos perguntamos: se uma sala de amigos pode gerar tanto lixo, qual é a escala disso no mundo todo?”, explicou o cofundador Naman Gupta ao site Mint, ainda em 2019.

Depois de pesquisar sobre o assunto, ele e seu amigo Vishal Kanet desenvolveram um processo para reciclar pontas de cigarro e fundaram a CODE Effort, a primeira empresa de reciclagem desse tipo da Índia. Inicialmente, eles precisaram correr atrás para conseguir as bitucas, por isso os empreendedores visitavam lojas locais e vendedores de cigarros em Nova Delhi, capital indiana, e disponibilizavam lixeiras para coleta.

No primeiro mês, a CODE Effort prometia pagar o equivalente a US$ 1,50 por quilo de lixo coletado, mas conseguiu juntar menos de 15 g. Levou algum tempo, mas as pessoas começaram a se habituar: a companhia já reciclou mais de 300 milhões de pontas de cigarro e hoje coleta cerca de 6,5 toneladas por mês, com pagamentos estimados em US$ 3,60 por cerca de 1 kg de bitucas.

O faturamento da empresa já alcançou a marca de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,12 milhões), mas Gupta afirma que o lucro não é o seu único objetivo: “Não se trata apenas de dinheiro. Estamos fazendo isso para servir, enfrentar o problema e fornecer a solução a sociedade”, concluiu o empresário.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos