Mercado fechará em 6 h 26 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,25
    -1,70 (-2,43%)
     
  • OURO

    1.793,60
    +8,40 (+0,47%)
     
  • BTC-USD

    58.051,97
    +1.081,59 (+1,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.474,57
    +45,64 (+3,19%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.053,29
    -56,66 (-0,80%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.325,25
    -65,50 (-0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3556
    +0,0264 (+0,42%)
     

Empresa sueca alinha títulos verdes com rigoroso padrão da UE

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- As regras “padrão ouro” para títulos verdes da União Europeia começam a ser utilizadas pelo mercado antes mesmo do bloco aprová-las.

Most Read from Bloomberg

A incorporadora imobiliária sueca Dios Fastigheter apresenta seu novo marco de financiamento verde aos investidores na quarta-feira, que diz estar alinhado ao padrão de títulos verdes proposto pela UE. A Svenska Handelsbanken, que assessorou a Dios, acredita que a empresa é a primeira a se adaptar aos regulamentos do bloco.

O padrão voluntário da UE, publicado em julho, exige que emissores cumpram uma série de regras se quiserem chamar sua dívida de “títulos verdes europeus”. O parlamento da UE e estados membros ainda não aprovaram as regras, e o comissário para o Orçamento da UE, Johannes Hahn, disse que a regulamentação ainda levará um ou dois anos para ficar pronta.

A estrutura de títulos verdes da Dios inclui uma “ficha de dados” exigida pelo padrão da UE, que estabelece metas de financiamento e objetivos ambientais. As informações ainda precisam ser revisadas por uma parte externa registrada na Autoridade Europeia de Valores Mobiliários e Mercados que a Dios pode solicitar posteriormente, embora o mecanismo de credenciamento ainda não esteja em vigor.

“Eles podem emitir dívida verde normal hoje, mas com uma opção muito forte de esses títulos se tornarem títulos verdes europeus em algum momento no futuro”, disse Tobias Lindbergh, chefe de finanças sustentáveis do Handelsbanken para mercado de capitais de dívida. “Há grandes mudanças na estrutura para tornar isso possível e mais de 100 mudanças em todo o marco.”

As vendas globais de títulos verdes quase dobraram este ano para US$ 478 bilhões, com estreias na Europa de países como Itália, Reino Unido e a própria UE, embora os emissores tenham usado uma série de padrões de mercado nacionais e voluntários.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos