Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.548,10
    -284,86 (-0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Empresa que dizia minerar Dogecoin em nuvem some com R$ 620 milhões

·2 minuto de leitura
Moeda Dogecoin em cima de periférico mineração
Moeda Dogecoin em cima de periférico mineração

Um golpe criado na internet afirmava ser possível obter grandes lucros com a mineração de Dogecoin, no entanto, tudo não passava de um esquema que levou milhões de várias vítimas.

Em alta de 8500% nos últimos 365 dias, a criptomoeda certamente despertou a atenção de muitas pessoas. Isso porque, ao contar com apoio de uma comunidade, alguns bilionários entraram no ecossistema, como Elon Musk e Mark Cuban.

Vale notar que para criar Dogecoins é necessário a presença de mineradores, que também fazem a segurança da rede. Para minerar DOGE é importante ter máquinas especiais, que normalmente mineram essa criptomoeda e Litecoin simultaneamente, visto que ambas compartilham do mesmo algoritmo de consenso.

Muitas pessoas ao ver o crescimento da Dogecoin, acabaram se interessando pela atividade de mineração da moeda, que já foi feita até por Elon Musk. Contudo, ao tentar entrar neste mercado sem o estudo adequado, as portas para os riscos estão abertas.

Golpe com a mineração de Dogecoin leva R$ 620 milhões de vítimas na Turquia

A chamada mineração em nuvem é um mercado nebuloso, utilizado para aplicação de golpes em várias pessoas, principalmente interessadas em realizar essa atividade com Bitcoin.

No Brasil, por exemplo, um esquema que chamou atenção da população em 2020 foi a Mining UP, que viu no país sul-americano uma grande população interessada em seus serviços. Após mais de um ano, o site está indisponível para consulta e mostra que essas empresas que surgem com grandes promessas não costumam durar.

Agora a prática pode estar utilizando outras moedas para aplicação de golpes em vítimas, como a Dogecoin. Com uma alta presença em redes sociais e grandes lucros em pouco tempo, sites de mineração em nuvem com Dogecoin começam a se perpetuar.

O golpe mais novo aconteceu na Turquia, chamado de “Turgut V”, como anunciado pelo jornal local Yeniçağ. Segundo relatos, já foram 1.500 pessoas identificadas como vítimas.

O golpe consistia em recrutar pessoas para investir na mineração de Dogecoin, obtendo um retorno de 100% em apenas 40 dias. Ou seja, ao colocar R$ 100,00, os investidores dobrariam o dinheiro em pouco mais de um mês, uma proposta boa demais para ser verdade.

Golpe foi cometido na cidade que era capital do Império Otomano

O alvo dos golpistas foi a cidade de Istambul, que está com metade presente na Ásia e o resto na Europa, conhecida como a antiga capital do Império Otomano.

Assim, foram levados das vítimas cerca de 1 bilhão de Lira Turca, cerca de R$ 620 milhões. Em Dólar, o golpe ultrapassa os US$ 119 milhões, mostrando ser de grande impacto.

Eventos de luxo também foram chamarizes do golpe, que agora é investigado pelo Ministério Público do país. Além disso, os principais suspeitos estão proibidos de deixar a Turquia, visto que estão sob investigação.

O caso lembra que investimentos com altos retornos fixos, mesmo que durem alguns meses, são fraudes financeiras.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos