Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,80
    +0,19 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.848,40
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    32.117,85
    -355,40 (-1,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    649,37
    +2,04 (+0,32%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.732,83
    +186,65 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.553,50
    +68,00 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5159
    +0,0051 (+0,08%)
     

Empresa lança serviço de 'cashback' em bitcoin

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Cashback de bitcoin está no ar. (Foto: Getty Images)
Cashback de bitcoin está no ar. (Foto: Getty Images)

O bitcoin passa atualmente por um momento de alta histórica, cotado a mais de US$ 19 mil no momento do fechamento deste texto, e seu valor segue se estabilizando na medida em que mais empresas inovam e lançam novos serviços em torno de sua plataforma.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Um exemplo é a brasileira CoinGoBack, que lançou no mercado nacional um serviço de “cashback” que retorna o dinheiro investido em criptomoedas. As informações são da Exame.

Leia também:

O sistema de cashback, já conhecido no mercado, funciona para estimular a fidelidade do cliente: sempre que ele gasta por meio daquela plataforma de pagamento, ele recebe uma fração do dinheiro gasto de volta. Assim, o consumidor é estimulado a voltar e gastar mais usando aquele mesmo método.

A CoinGoBack tem parceria com mais de 300 lojas, entre elas gigantes do varejo como Americanas, Submarino e Netshoes. O valor do dinheiro retornado em criptomoedas varia entre 2% e 10%.

Segundo os criadores da plataforma, essa é também uma forma de estimular novos investidores a entrar no mercado das criptomoedas sem correr tantos riscos, obtendo em retorno um valor que já seria gasto. A plataforma, que tem cinco meses de existência, já tem mais de 10 mil usuários.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube