Mercado abrirá em 6 h 28 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,78
    +1,52 (+2,29%)
     
  • OURO

    1.782,50
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    49.014,00
    -153,68 (-0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.262,04
    -179,72 (-12,46%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.457,81
    -308,88 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    27.939,31
    -90,26 (-0,32%)
     
  • NASDAQ

    15.737,25
    +19,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3796
    -0,0157 (-0,25%)
     

Empresa lança 'mosquitos do bem' que combatem a dengue

·2 min de leitura
Tropical disease vector mosquito biting human skin and sucking blood, known carrier of , in Brazil it's commonly known as mosquito da dengue
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, febre amarela, zika e chikungunya
  • Espécime é modificada geneticamente para produzir apenas filhotes machos

  • Produto consiste em um plano de assinatura mensal, com refis que duram até seis meses

  • Esse é o segundo produto da Oxitec a chegar no mercado brasileiro

A Oxitec, empresa britânica de biotecnologia, desenvolveu uma espécie do mosquito Aedes aegypti geneticamente modificada para impedir a proliferação de doenças como a dengue, a zika, a febre amarela e a chikungunya.

Diferentemente de pesticidas, que prejudicam o desenvolvimento de espécies benéficas, como abelhas e borboletas, a tecnologia da Oxitec não persiste no meio ambiente e prejudica somente a espécie danosa para o ser humano.

Conhecido como "Aedes do Bem", o produto consiste em um pacote com indivíduos machos da espécie (somente as fêmeas picam e transmitem doenças) que foram modificados em seu DNA para somente desenvolver filhos machos, promovendo assim, um controle populacional da praga.

Leia também:

Após solto, o bichano acasala com as fêmeas presentes na área, mas somente descendentes machos serão capazes de chegar na fase adulta. Seus filhos, por sua vez, continuam a missão do pai por no máximo, 7 gerações de proles, o que equivale a 13 semanas após a última eclosão, de acordo com a autoridade brasileira em biossegurança CTNBio.

O produto foi liberado recentemente para a venda no e-commerce. O consumidor paga uma assinatura mensal (R$145), e recebe as Caixas do Bem, que contém os insetos, e após isso passa a receber refis mensais que duram uma temporada de seis meses.

Uma pesquisa conduzida anteriormente no Brasil mostrou que o método foi extremamente eficaz, suprimindo com sucesso 95% da população do mosquito Aedes aegypti no ambiente urbano após apenas 13 semanas de tratamento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que haja 390 milhões de infecções por dengue por ano, com aproximadamente metade da população mundial em risco. O número de casos de dengue notificados à OMS aumentou mais de 15 vezes nas últimas duas décadas.

Esse é o segundo produto da Oxitec a chegar aos mercados. O primeiro era focado em uma praga conhecida como "Lagarta do cartucho", que era responsável pela destruição de diversas safras, especialmente do milho. A CTNBio desregulamentou a "Lagarta do Bem" no início deste ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos