Mercado fechado

Em luto por Elizabeth 2ª, empresa deixa turistas 'na mão' durante férias; entenda

Feriado foi declarado no dia de enterro da Rainha Elizabeth 2ª, segunda-feira, 19 de setembro (AP Photo/Rick Stevens)
Feriado foi declarado no dia de enterro da Rainha Elizabeth 2ª, segunda-feira, 19 de setembro (AP Photo/Rick Stevens)
  • Feriado foi declarado no dia de enterro da Rainha Elizabeth, segunda-feira, 19 de setembro;

  • Empresa de hospedagem decidiu expulsar seus hóspedes de suas vilas somente neste dia;

  • Motivo pode ser financeiro, uma vez que o pagamento no feriado recebe um adicional.

A empresa britânica Center Parcs atraiu polêmica nesta terça-feira (13) após seu anúncio de luto com a morte da Rainha Elizabeth II e o protocolo adotado para o dia de seu funeral, na próxima segunda-feira, 19 de setembro.

A companhia, que gerencia casas e vilas de férias em todo Reino Unido, anunciou que todos os seus locais no Reino Unido serão fechados por 24 horas a partir das 10h de segunda-feira, e pediu a seus clientes que desocupem as casas pelo mesmo período de tempo.

“Após o anúncio da data do funeral da rainha Elizabeth II, tomamos a decisão de fechar todas as nossas vilas do Reino Unido na segunda-feira, 19 de setembro, às 10h, como sinal de respeito e para permitir que nossos colegas possam fazer parte deste momento histórico.”

A notícia significa que os hóspedes que reservaram um feriado lá terão que encontrar arranjos alternativos para uma noite, ou serão forçados a encurtar suas férias.

Já os hóspedes que planejavam chegar para suas férias no dia 19 foram pedidos que atrasem em um dia sua estadia para o dia 20 de setembro, ganhando também um dia a mais nas instalações da empresa após o período contratado.

No Twitter, muitos usuários se mostraram revoltados com o anúncio da empresa. Uma pessoa escreveu: “Centre Parks expulsando os hóspedes no meio das férias como uma 'marca de respeito' é absolutamente a coisa mais louca que já ouvi”.

Outro usuário teorizou que a manobra na verdade não se trata de respeito, mas sim de uma forma de economizar no pagamentos dos funcionários. “Alguém no Center Parcs fez uma ESCOLHA de que é mais barato remover um dia dos feriados do cliente e lidar com a chuva de comentários negativos, em vez de pagar extra à sua equipe por trabalhar em um feriado".