Mercado fechará em 3 h 31 min
  • BOVESPA

    121.943,95
    +63,13 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.296,00
    +76,74 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,26
    +0,89 (+1,36%)
     
  • OURO

    1.866,60
    +28,50 (+1,55%)
     
  • BTC-USD

    43.353,81
    -4.354,47 (-9,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.201,02
    +3,10 (+0,26%)
     
  • S&P500

    4.154,91
    -18,94 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    34.270,47
    -111,66 (-0,32%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    -10,76 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.194,09
    +166,52 (+0,59%)
     
  • NIKKEI

    27.824,83
    -259,67 (-0,92%)
     
  • NASDAQ

    13.246,50
    -140,50 (-1,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4001
    -0,0039 (-0,06%)
     

Empresa de recrutamento vê aumento de 45% das vagas; veja lista de cargos

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
BRAZIL - 2020/07/28: In this photo illustration the app Carteira de Trabalho Digital seen displayed on a smartphone. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
As áreas de saúde e de varejo foram as que tiveram maior alta: 20% e 16%, respectivamente (Fotoilustração por Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Plataforma de recrutamento vê aumento de 45% nas vagas no 1º trimestre de 2021

  • Setores de saúde e varejo foram os que tiveram maior alta

  • Taxa de contratações passou de 80%

Um levantamento da empresa de tecnologia para recursos humanos Gupy mostra que no primeiro trimestre de 2021 foram abertas 200 mil vagas de emprego na plataforma, mesmo com o agravamento da crise provocada pela pandemia da covid-19. Desta forma, houve um aumento de 45% nas oportunidades publicadas em relação ao mesmo período de 2020. As informações são do G1.

Leia também:

As áreas de saúde e de varejo foram as que tiveram maior alta: 20% e 16%, respectivamente. Já telecomunicações teve aumento de 6,5%, enquanto o da indústria foi de 4,8% e logística teve alta de 4,4%. O setor que menos se destacou foi o de serviços financeiros, com crescimento de 6,5%

Cargos mais ofertados

A taxa de contratações passou de 80%. Os setores que mais contrataram foram os de operação (20,49%), comercial (16,16%), administrativo (14,98%) e atendimento ao cliente (10,63%).

Quanto aos cargos com maior contratação, em primeiro lugar ficou o de operador, com quase 40% do total. Veja lista:

  1. Operador: 39,85%

  2. Auxiliar: 21%

  3. Analista: 14%

  4. Técnico: 6,91%

  5. Estagiário: 4,89%

  6. Especialista: 3,73%

  7. Supervisor: 2,9%

  8. Gerente: 2,52%

  9. Coordenador: 2%

  10. Consultor: 1,2%

  11. Diretor: 1%

Regiões com mais vagas

O maior volume de vagas e de candidatos foi registrado na região Sudeste: de 48% e 55,37%, respectivamente. O segundo lugar ficou com o Sul, com 18% de vagas e 17,5% de candidatos, e o terceiro com o Nordeste, que ficou com um volume de 17,55% de vagas e 16,3% de candidatos. 

"Outro ponto positivo é que as empresas estão passando a contratar mais profissionais de maneira remota, abrindo assim a possibilidade de profissionais de outros estados se candidatarem às vagas. Houve um crescimento de 100% neste tipo de contratação em comparação com o trimestre anterior, o que ajuda muito a distribuir as oportunidades de trabalho pelo país, que normalmente ficam concentradas na região Sudeste”, afirma Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy,