Mercado abrirá em 9 h 5 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,15
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.775,80
    -7,60 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    32.527,27
    -1.374,72 (-4,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    784,21
    -25,99 (-3,21%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.825,41
    +8,34 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    28.895,24
    +20,35 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    14.301,50
    +38,50 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9260
    -0,0025 (-0,04%)
     

Empresa centenária do Chile mira expansão em capital de risco

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Consorcio Financiero planeja usar os fundos de sua primeira saída bem-sucedida de um investimento de capital de risco para continuar comprando participações em startups financeiras em crescimento na América Latina.

A Consorcio, cuja fundação remonta a mais de 100 anos como seguradora no Chile, foi um dos primeiros investidores da Pago Fácil, uma empresa de serviços de pagamentos vendida este mês para a Evo Payments, com sede em Atlanta, e para o Banco de Crédito e Inversiones por valor não revelado.

“Foi nossa primeira saída e nossos retornos foram espetaculares”, disse Tomás Zavala, responsável por capital de risco corporativo da Consorcio. A empresa avalia outros seis potenciais investimentos, todos no setor financeiro. Qualquer nova aquisição teria que se encaixar no perfil de investimento da Consorcio, com inovações ou produtos que complementem suas próprias operações de seguros, empréstimos e gestão de ativos.

Ao contrário dos principais players no crescente mercado de capital de risco da América Latina, como a Kaszek Ventures ou a chilena Mountain Nazca, a Consorcio não definiu um veículo de investimento separado para aquisições. Em vez disso, decidiu investir diretamente de seu próprio balanço. A Consorcio participa da busca e avaliação de potenciais aquisições. Isso tem a vantagem de fazer com que os gerentes sejam criativos, disse Zavala.

“Se você não distrair os gerentes dos negócios do dia a dia, nunca inovarão”, disse Zavala.

A Consorcio alocou apenas US$ 10 milhões para suas aquisições de capital de risco, mas, com os recursos da saída da Pago Fácil, esse montante pode aumentar, disse Zavala. O tíquete médio tem sido de cerca de US$ 1 milhão. A Consorcio também possui participações na plataforma canadense de seguros de vida Policyme e na ElegirSeguro, da Argentina, que fornece serviços de corretagem de seguros.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos